A gestante ajuizou ação alegando que sofreu ataque de cachorro quando estava grávida de 32 semanas, dentro do elevador de serviço do prédio onde trabalha como empregada doméstica de um morador. A vítima foi socorrida no Hospital Barra D’Or com escoriações na barriga e o filho nasceu 25 dias depois do incidente.

O juízo de 1º grau condenou a dona do animal a pagar R$ 15 mil de dano moral. Esta decisão foi mantida em grau recursal. O colegiado considerou que são notórios e inegáveis os sofrimentos físicos e psicológicos experimentados pela autora lesionada na barriga. Assim, mantiveram a decisão anterior.

Via | Migalhas

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta