Rondonópolis registrou crescimento na quantidade de empresas abertas na cidade em janeiro de 2021 com relação ao mesmo período de 2020. No primeiro mês do ano, 499 microempreendedores individuais saíram da informalidade, com a abertura de microempresas.

Dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico apontam ainda aumento de 76,19% na quantidade de empresas de pequeno, médio e grande portes abertas no mês de janeiro em relação ao mesmo mês de 2020, além do crescimento de 241,78% na abertura de microempresas no mesmo período.

De acordo com informações do Departamento de Fomento a Micro e Pequena Empresa, 499 microempreendedores individuas conseguiram sair da informalidade e abrir suas empresas no último mês, enquanto que em janeiro de 2020, foram 146.

A maior parte dessas microempresas abertas (323) atuam no setor de serviços, 97 no de comércio, 68 no de serviços e comércio, 7 no setor de indústria e comércio e 4 no de indústria e serviços.

O gerente do Departamento de Fomento a Micro e Pequenas Empresas do Município, Jarmes de Souza Freitas, destaca que hoje é comum empresas pedirem nota fiscal de serviços e sem CNPJ não conseguem se cadastrar no Município e com isso emitir nota fiscal, o que limita o faturamento.

“Com o MEI [microempreendedor individual] os empresários ainda diminuem a burocracia, além de conseguir abrir uma conta jurídica, ter acesso a financiamentos e benefícios da previdência social como aposentadoria e salário-maternidade”, explica Jarmes.

A cidade também registrou crescimento na quantidade de empresas de pequeno, médio e grande portes, abertas neste primeiro mês do ano em relação a 2020. Neste ano, 148 empresas abriram as portas em Rondonópolis. No ano passado foram 86. Aumento de mais de 76%.

Jarmes reforça que o aumento na quantidade de empresas abrindo as portas há melhora na arrecadação do município e isso tem efeito positivo para a população que vê os valores se reverterem em melhorias na infraestrutura, segurança e condição de vida de uma forma geral.

Além disso, ele ressalta que a abertura de novas empresas fortalece a economia local. “Se gera mais empregos e rendas e os benefícios são inúmeros e todos saem ganhando, especialmente a população”, finaliza.

Via | Assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *