Denúncia anônima levou a Polícia à região, em Rondonópolis, onde o cadáver foi localizado na tarde dessa segunda-feira (04).

O corpo de um homem, ainda não identificado, foi resgatado, na tarde dessa segunda-feira (04), do Rio da Onça, na 1ª ponte que dá acesso ao complexo turístico Carimã, em Rondonópolis.

O cadáver tinha sinais de violência com marca de um tiro na boca, dois na cabeça e um no braço, constatando uma execução.

O Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) recebeu denúncia anônima apontando a localização do corpo.

Uma guarnição da Polícia Militar (PM) se deslocou a ponto indicado e encontraram a vítima.

Os militares comunicaram o fato à Delegacia de Polícia Civil, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e Corpo de Bombeiros, responsáveis pelo andamento da ocorrência.

Os militares isolaram o local para que os bombeiros pudessem retirar o corpo do rio e os peritos iniciarem os trabalhos de análise do cadáver, e perícia na região, com o intuito de coletar evidências que ajudem a determinar as circunstâncias do crime.

A vítima ainda não foi identificada, no entanto, se trata de um homem de estatura baixa, moreno e com idade entre 35 e 40 anos.

Os indícios, segundo a perícia, é de que o homem tenha sido executado no início da manhã em outro local, porém, o cadáver jogado no rio.

Na ponte ainda foram encontradas marcas de sangue.

Em seguida, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de necropsia, que vai determinar a causa clínica da morte e identificar a vítima.

Os investigadores acompanharam os trabalhos da perícia, colheram informações preliminares e começaram as investigações do homicídio.

Via | RMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *