O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou um recurso e manteve a impugnação do registro de candidatura da prefeita reeleita de Torixoréu (500 KM de Cuiabá), Inês Coelho (DEM). O julgamento ocorreu em sessão ocorrida nesta sexta-feira (18).

O placar da votação no TSE foi de 6 x 1 contra Inês Coelho – apenas o ministro Edson Fachin divergiu do relator do recurso, o também ministro Luís Felipe Salomão.

A Corte Superior confirmou, desta maneira, as decisões já tomadas pela 9ª Zona Eleitoral de Barra do Garças, e ratificada posteriormente pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), que acataram uma representação do Ministério Público Eleitoral (MPE) pela impugnação.

O MPE pediu a impugnação do registro de candidatura ao indicar que a prefeita, além de ter sido eleita em 2016, também ocupou o lugar do seu marido, ex-prefeito Odoni Mesquia, cassado ainda em 2016 pela Câmara de Vereadores do Torixoréu.

O MPE alegou tentativa de “perpetuação de um mesmo grupo familiar” no poder. “Se o registro da candidatura de Inês for deferido, haverá perpetuação de um mesmo grupo familiar no poder por um possível terceiro mandato consecutivo, caso ela se sagre vencedora nas eleições”.

O 2ª colocado na disputa pela prefeitura de Torixoréu, o pecuarista Lincoln Saggin (PL), aguarda um recurso que tramita no TRE-MT que o declarou inelegível. Ele também pede para tomar posse no lugar de Inês Coelho.

Via | Nortão Notícias

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *