Os próximos dias serão de pouca chuva no Centro-Oeste do Brasil. Uma massa de ar quente e seco ganha força sobre o Centro-Oeste dificultando a formação de grandes instabilidades sobre a Região.

Nesta terça-feira, a massa de ar seco avança um pouco mais sobre o estado de Goiás e o Distrito Federal e inibe a formação de nuvens carregadas. Na capital federal o predomínio é de sol.

Em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e o centro-sul de Goiás, o sol também aparece mas as condições de chuva diminuem em relação a semana passada. Em Goiânia, Cuiabá e Campo Grande, há condições para chuva mas o risco de temporal é menor. De uma forma geral a chuva cai em forma de pancada isolada e irregular. Não significa que não pode ser uma pancada moderada a forte, mas que passa rápido sem causar grande impacto.

Próximos dias

Até a próxima sexta-feira (18) o acumulado de chuva é mais generoso apenas no sul de Mato Grosso do Sul, se aproximando de 80mm em alguns pontos. O centro-norte de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal vão ter uma semana com pouca umidade. A chuva que acontece é isolada e não acumula volumes significativos. Confira no mapa abaixo:

Entre os dias 19 e 23 de dezembro, a umidade aumenta no Centro-Oeste. Veja no mapa:

Tendência de ZCAS na semana do Natal

A partir do dia 20 de dezembro, com a indicação de formação de um novo episódio de ZCAS – Zona de Convergência do Atlântico Sul, as instabilidades voltam a aumentar sobre o Centro-Oeste. Se o evento se confirmar, a previsão é de elevados volumes de chuva, como indicado abaixo para o período entre 19 e 23 de dezembro.

Via | Assessoria Climatempo
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *