Em comemoração aos 50 anos da Universidade Federal de Mato Grosso, a clarinetista Jessica Gubert propõe a realização de recital solo neste sábado (05.12), às 18h (horário de Cuiabá). A apresentação será transmitida online pelo canal do Youtube da musicista e a interação com o público ocorrerá via chat.

O recital exibirá peças do repertório contemporâneo para clarineta solo, incluindo duas estreias, as obras Limbus II e Figura fundo, criadas recentemente pelos compositores Roberto Victorio e Danilo Rossetti, ambos professores do curso de música da UFMT.

“Com diálogo rico entre música e audiovisual, repleto de elementos da contemporaneidade, poeticamente amalgamados pela trama sonora, o espetáculo tem a direção do cineasta e documentarista Luiz Marchetti”, adianta Jessica.

O espetáculo conta ainda com direção musical de Murilo Alves, produção de Daniela Arantes, orientação artística de Luís Afonso Montanha, câmera e montagem de Juliana Segóvia, Captação, edição e mixagem de áudio de Manoel Neto, áudio de Carol Brandalise, maquiagem de Mixele Brito e arte gráfica de Fernanda Moura.

O recital tem apoio da UFMT e ocorre em parceria com o Instituto Ciranda – Música e Cidadania.

Serviço

Recital solo de clarinete

Sábado (05.12) às 18h (horário de Cuiabá) / 19h (horário de Brasília)

Canal do YouTube Jessica Gubert

Sobre Jessica Gubert

Jessica Gubert é mato-grossense e iniciou seus estudos na clarineta no Instituto Ciranda – Música e Cidadania com Murilo Alves. Licenciada em Música pela Universidade de Mato Grosso (UFMT), realiza o curso de Bacharelado em Clarineta pela mesma instituição, onde teve orientações com o clarinetista Vinícius Fraga. Atualmente vive em São Paulo e cursa o mestrado em Performance Musical – Clarineta com o Prof. Luís Afonso Montanha na Universidade de São Paulo (USP).

Atua como clarinetista na Orquestra Sinfônica CirandaMundo e em grupos de câmara como o Quinteto de Sopros À Vent e o grupo ClariAr.

Em 2017, foi vencedora do I Concurso Solistas de Mato Grosso e em 2019 do Concurso Nascente USP na categoria Música Erudita.

Participou de vários festivais de música como os de Londrina, Poços de Caldas, Pelotas, Lages, Vale Vêneto e Curitiba. No ano de 2015 participou do Konturen Meisterkursfestival na Alemanha na classe de Ralph Manno e do Festival Villa Lobos na Venezuela, participando da Orquestra Binacional (Venezuela e Brasil) juntamente com alunos do projeto El Sistema.

Participou da Coordenação do I Encontro de Clarinetistas de Mato Grosso (2019), da Organização do 12o Encontro Brasileiro de Clarinetistas e Claronistas (2019) e do I Encontro Feminino de Clarinetistas da UFBA (2019).

Atualmente tem colaborado com o Instituto Ciranda – Música e Cidadania na Direção de Desenvolvimento Institucional.

Fonte | Assessoria 

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *