Doani Bertan criou um jeito próprio de ensinar crianças surdas e ouvintes de maneira mais inclusiva. Ela está entre os dez melhores do mundo

A professora da rede pública de São Paulo, Doani Bertan, concorre nesta quinta-feira (3) ao Global Teacher Prize, prêmio que reconhece as iniciativas inovadoras na Educação, organizado pela Varkey Foundation em parceria com a Unesco. O vencedor receberá US$ 1 milhão.

Doani, que já está entre os dez melhores professores do mundo, dá aula para alunos surdos e ouvintes do terceiro ano do ensino fundamental de uma escola em Campinas, interior de São Paulo. Suas aulas são bilíngues — ela utiliza Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) e mesmo os alunos ouvintes aprendem a se comunicar por sinais.

Neste período de isolamento social e aulas remotas imposto pela pandemia de covid-19, a professora precisou criar estratégias para ajudar seus alunos, principalmente os surdos. Ela decidiu gravar vídeos para tirar as dúvidas  e enviava via Whatsapp.

Para facilitar as explicações, Doani elaborou roteiros para videoaulas em Libras e disponibilizou no Youtube. Uma forma de levar o conteúdo da sala de aula de forma clara para os seus alunos, mas também para atingir outras crianças.

A professora apresenta o conteúdo falando em português e em Libras, com imagens ao fundo. Uma forma de todos entenderem e também dos ouvintes ampliarem o vocabulário em sinais, incluindo a todos.

Além da brasileira, também concorrem ao Prêmio dez professores de diferentes nacionalidades.

Fonte | R7

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *