Dando continuidade às reuniões virtuais com os candidatos a prefeito, a Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá (ACC) conversou na noite desta terça-feira (26.10) com Emanuel Pinheiro (MDB), atual prefeito e candidato à reeleição. O encontro debateu assuntos de interesse do comércio e serviços e da sociedade cuiabana.

“Esse espaço tem o propósito de ser um ambiente agradável para que o candidato apresente soluções e propostas para gerir Cuiabá nos próximos anos. Também queremos ouvir o que eles têm a dizer aos empresários sobre o futuro da Capital”, reiterou o presidente da entidade, Jonas Alves.

Emanuel respondeu indagações dos diretores da entidade sobre a economia local, saúde, comércio informal, mobilidade urbana, situação de moradores de rua, eventuais parcerias público privadas, dentre outros assuntos, e apresentou novas propostas, caso seja reeleito.

Respondendo ao diretor da ACC, Osvaldo Martinello, ele destacou que para a recuperação da economia na pós-pandemia, muito prejudicada no período, pretende lançar uma linha de financiamento para as micro, pequenas e médias empresas que acabaram fechando as portas na crise.

“Para a reestruturação econômica, nossa proposta é isentar o IPTU e o alvará dessas empresas que fecharam e lançar o Qualifica Comércio para atendentes, balconistas, vendedores e aqueles que trabalham no setor do comércio e também para a qualificação de jovens que serão inseridos no mercado de trabalho. Também vamos lançar uma linha de crédito de até R$ 35 milhões para micro, pequenas e médias empresas”, completou.

O atual prefeito ainda respondeu que durante a pandemia manteve o diálogo com os comerciantes e redigiu decretos com apoio das entidades de classe, ao ser questionado pelo diretor Manuel Gomes. “Muitas das decisões foram tomadas em conjunto com as instituições. Durante a pandemia, fiquei entre a cruz e a espada, mas tínhamos que tomar decisões amparadas pela Organização Mundial da Saúde e se não tomássemos, os estragos poderiam ter sido maiores”, justificou.

Emanuel explicou ainda sobre a situação dos moradores de rua da Capital, uma das indagações do presidente Jonas Alves. “Para minimizar essa situação, fortalecemos os tratamentos médicos para que eles tenham a dignidade de ser atendidos, abrimos discussões com o MPE e durante a pandemia alugamos hotel para tirá-los das ruas”, contou o candidato à reeleição. “Existem vários problemas, a legislação diz ainda que eles têm que ser socializados onde estão inseridos”, completou.

A reunião por videoconferência, mediada pela jornalista e assessora de imprensa da entidade Luciane Mildenberger, foi transmitida pelo Facebook/ACCuiaba e contou ainda com participação do público e internautas. Antes de Emanuel, a Associação Comercial de Cuiabá já se reuniu com os candidatos Gisela Simona (PROS), Roberto França (Patriota), Julier Sebastião (PT) e Abílio Júnior (Podemos).

Participaram do evento o vice-presidente da ACC, Edson Luiz Ribeiro da Silva, os diretores Mariza Bazo, Osvaldo Martinello, Valdemir Canevari, Manuel Gomes, Raul Homem M. de Carvalho, Roque Edu Alves Silva, Roberto Peron e Arnaldo Felício, além da gerente da ACC, Samanta Fernandes, da executiva da Facmat, Rita Matos e a assessora de Marketing, Mariana Pirani.

Fonte | Assessoria   Foto | Reprodução

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *