Os suspeitos anunciavam em redes sociais e em cartazes atendimentos de psicopedagogia clínica, diagnóstico psicológico, e outros serviços específicos do profissional com formação em psicologia.

Um psicanalista e uma bióloga nesta quarta-feira (14) são investigados por atuarem como psicólogos sem formação em uma clínica no centro de Cuiabá.

A Polícia Civil e o Conselho Regional de Psicologia de Mato Grosso estiveram no local após receber a denúncia de que um homem com formação em psicanálise e uma mulher licenciada em biologia estavam atuando como psicólogos e atendendo crianças e adultos.

Durante a ação conjunta, os policiais civis e fiscais do CRP verificaram que os suspeitos anunciavam em redes sociais e materiais impressos, como cartazes e folders, atendimentos de psicopedagogia clínica, diagnóstico psicológico, testes, análises, avaliações e laudos psicopedagógicos, que são atos privativos de profissional com formação em psicologia.

No local não foram encontrados pacientes.

Os policiais civis e fiscais ainda verificaram indícios de que os dois profissionais praticavam auriculoterapia e acupuntura na clínica.

A Polícia Civil apreendeu o material informativo e outros meios de prova da prática de atos privativos de psicólogos. O casal será responsabilizado criminalmente pela prática de exercício ilegal de profissão.

Fonte | G1

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *