Considerado o maior projeto de regularização fundiária urbana do Estado, a ação já beneficiou 86 bairros e pretende contemplar mais 13. Gestão passada distribuiu apenas 225 títulos definitivos.

As duas gestões do prefeito de Rondonópolis (212 Km de Cuiabá), José Carlos do Pátio (SD), candidato à reeleição, distribuiu mais de 11 mil títulos definitivos de regularização fundiária urbana. Considerado o maior projeto do quesito no Estado, a ação já beneficiou 86 bairros da região e a previsão é que outros 13 ainda sejam beneficiados.

Na noite de terça-feira (06.10), o prefeito esteve no Centro da cidade para falar com moradores e empresários da região. Ao lado de companheiros da Coligação Rondonópolis nos Trilhos do Desenvolvimento Econômico e Social, o gestor municipal fez questão de destacar que o projeto habitacional foi um dos mais importantes nas administrações em que esteve à frente do Palácio da Cidadania.

“Não tem nada que pague, você garantir a cidadania, o direito das pessoas ter a escritura de sua casa, o documento da sua casa. É algo que não  tem preço. Na minha opinião, foi um dos gestos mais sublimes que eu vi na minha gestão foi o trabalho da Secretaria de Habitação”, disse o prefeito emocionado.

“Nós ultrapassamos mais de 11 mil escrituras , 11 mil documentos, 11 mil títulos. O prefeito anterior fez 225 títulos, nós fizemos 11 mil”, destacou Pátio, que aproveitou a oportunidade para fazer um comparativo com a antiga gestão.

O encontro foi organizado pelo candidato a vereador, Dr. Jonas Rodrigues (SD), que atuou na Secretaria de Habitação e Urbanismo. A reunião contou também com a presença de outros candidatos municipais da Coligação Rondonópolis nos Trilhos de Desenvolvimento Econômico e Social, formado pelo PP, PTB, Rede, PSD, PCdoB, Solidariedade e PV.

Mais títulos

Famílias com loteamentos já consolidados pelo município, que aguardam entre 20 e 40 anos para realizar o sonho da casa própria, devem receber o título definitivo até o final do ano. Ainda durante a reunião, Pátio destacou alguns bairros que estão previstos no projeto de Habitação e Urbanismo.

“Tem um monte de título para sair, tem o (Jardim) Arco-Íris, tem o (Jardim) Sumaré (II), o (Jardim) Primavera, que está no forno para sair”, adiantou o prefeito.

Além dos três bairros citados pelo gestor, o projeto prevê mais dez. Que são: Jardim das Flores; Jardim São Bento; Chácara Globo Recreio; Jardim Carlos Bezerra II; Residencial Eldemina Querobin; Vila 10 de Junho; Jardim Rivera; Vila Boa Esperança; Vila Belo Panorama; e Vila São Pedro.

Na ocasião, o prefeito também frisou as dificuldades e o empenho da Secretaria de Habitação e Urbanismo em cumprir a meta de documentação. Em alguns casos, há famílias que perderam o direito da escritura, mesmo após 40 anos de moradia no mesmo local.

“Por exemplo, como alguns lotes do Jardim Rivera, que a secretaria está descobrindo os caminhos para fazer a escritura, que os moradores perderam o usucapião e que tem saída para eles depois de 40 anos ganharem sua escritura. Mas com a graça de Deus, vamos conseguir concluir a documentação”, finalizou o gestor.

Fonte | Assessoria

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *