Os policiais foram até a unidade médica e a própria vítima relatou que a espingarda do marido escorregou e ao bater no chão disparou atingindo o abdômen dela.

Uma mulher morreu ao ser atingida por um suposto tiro acidental feito pelo marido dela durante uma caça em uma propriedade rural em Itanhangá, a 447 km de Cuiabá. O caso ocorreu na madrugada de domingo (4).

A Polícia Civil investiga se, de fato, a vítima, como Cleane Pereira Araújo, de 42 anos, foi morta por acidente.

De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher teria sido atingida pelo disparo quando acompanhava o marido em uma caça.

Cleane foi levada ainda com vida para o Hospital Regional de Sorriso, a 420 km de Cuiabá.

Os policiais foram até a unidade médica e a própria vítima relatou que a espingarda do marido escorregou e ao bater no chão disparou atingindo o abdômen dela.

Ainda segundo o que consta no registro da polícia, o marido é que a teria levado ao hospital.

Horas depois, Cleane não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade médica. O corpo será sepultado no local de nascimento da vítima, em Teresina, no Piauí.

Fonte | G1

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *