A devastação provocada pelo incêndio no Pantanal e demais biomas em Mato Grosso colocam em evidência a importância da educação ambiental desde as primeiras fases de aprendizado. Cerca de 20% do território do Pantanal já foi devastado pelo fogo. Mas seria possível evitar que novos episódios catastróficos como o vivenciado este ano possam ser evitados?

Para a psicopedagoga Ivete Barros a resposta é “sim”, e que tudo depende de uma boa educação ambiental a partir da primeira infância, que vai do nascimento aos seis anos de idade. “Quando tratamos sobre educação ambiental com as crianças, promovemos a criação de valores perenes como respeito à natureza, com a fauna e flora, a cidade, nossa casa e os locais que frequentamos”.

Ivete explica que as crianças devem ser educadas para um comportamento pró-ativo. “Isso significa criar habilidades que contribuam para o discernimento de que atitudes ruins para o meio ambiente resultam em coisas ruins para nós, porque todos somos parte de um mesmo organismo vivo chamado planeta Terra”.

Essa forma de educar tem dado resultado e a psicopedagoga conta que já colheu relato de pais que chegaram a ser corrigidos pelo filho porque jogaram lixo pela janela do carro, e tiveram que dar a volta para recolher a embalagem da rua, porque o pequeno começou a chorar em ver a cena e a dizer para o pai que aquilo era errado. “Esse tipo de relato aponta que os valores estão sendo consolidados e uma nova geração mais consciente está sendo formada”.

A frente do Educandário Jardim das Goiabeiras, em Cuiabá, que atende crianças a partir dos quatro meses de idade até ao 3º ano do ensino fundamental, Ivete conta que o espaço possui uma “mini fazendinha”, que contém animais de pequeno porte como coelho e tartaruga, além do cultivo de hortaliças.

O local é utilizado para que os alunos tenham contato pedagógico com o meio ambiente e, dessa forma, aprendam valores como: cuidado, responsabilidade e convívio amigável com os animais e a natureza. “É assim que vamos criar futuros adultos conscientes e com responsabilidade ambiental e social”, defende a especialista.

Educandário

O complexo Educandário Jardim das Goiabeiras aplica o Sistema Maxi de Ensino, e possui berçário completo, salas climatizadas, campinho de futebol, pista de educação de trânsito, casa de boneca, refeitório e sala para filme e descanso.

Em seu quadro de colaboradores existem pedagogos especializados em educação infantil, psicologia, nutrição, enfermaria, biologia, professores de língua inglesa, balé, artes e de música, educação física e pilates. Mais informações: (65) 99976-9516.

Fonte | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *