O corpo de um idoso de 72 anos, identificado como Erli Delmar Essi, foi encontrado boiando no Rio Cuiabá, na tarde desta terça-feira (15). Ele era professor de música e suspeito de estuprar uma aluna de 11 anos, em 4 de setembro.

O corpo estava com o rosto bastante machucado, envolvido por duas pedras amarradas em sua perna e uma no pescoço. Parecia que a intenção era de que o corpo não flutuasse.

A Polícia não confirma se o estupro é relacionado ao encontro do corpo. No entanto, a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa investigará as causas da morte e a possível relação com o crime de estupro de vulnerável.

Fonte | Folhamax

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 2 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *