A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) iniciou, nesta segunda-feira (10), o calendário suplementar para o semestre letivo 2020/1, com a flexibilização de componentes curriculares em caráter excepcional e temporário, por meio de Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs). Para marcar o início das atividades, a Universidade realizou a webinar “Encontro com a UFMT”.

O reitor da UFMT, professor Evandro Soares da Silva, destacou o trabalho desenvolvido para que se chegasse à flexibilização dos cursos, homenageou os servidores envolvidos na ação e lembrou que a Universidade é o ambiente da diversidade e do respeito às correntes ideológicas e de religiões. “Teremos uma universidade de oportunidades principalmente pós-pandemia em atividades esportivas, culturais e artísticas, ações para além da sala de aula como, por exemplo, a iniciação científica, a possibilidade de se envolver em pesquisa, temos uma diversidade absurda na área de extensão”, pontuou.

A pró-reitora de Ensino de Graduação, professora Lisiane Pereira de Jesus, contou que todos os Câmpus da UFMT flexibilizaram seus conteúdos para este calendário suplementar de 2020/1. Segundo elas, 15 cursos do Câmpus do Araguaia ofertaram 201 componentes curriculares; 52 do Câmpus de Cuiabá ofereceram 814 componentes curriculares; 11 do Câmpus de Sinop ofertaram 301 componentes curriculares; e cinco do Câmpus de Várzea Grande ofertaram 116 componentes curriculares.
“Essa proposta busca sobretudo manter uma universidade ativa do ponto de vista acadêmico e os alunos e professores em interação social cognitiva e emocional contribuindo para que a comunidade acadêmica continue fortalecida e se aproprie de outras formas pedagógicas que serão necessárias até mesmo quando a situação voltar à normalidade”, destacou a pró-reitora.

“Esta instituição completa 50 anos de assistência e realiza cada vez mais com sua comunidade acadêmica uma função que é essencial para sociedade que é a formação de nível superior com qualidade e criticidade necessária para fazer as intervenções e as mudanças que a sociedade precisa”, reforçou a pró-reitoria de Assistência Estudantil, professora Erivã Garcia Velasco, acrescentando que a unidade está, desde o começo da pandemia, buscando atender as necessidades dos estudantes, tanto as que surgiram como outras que se agravaram no período.

Os estudantes também foram recepcionados pelos Pró-reitores de Cultura, Extensão e Vivência, professor Renilson Rosa Ribeiro; de Ensino de Pós-graduação, professora Ozerina Victor de Oliveira; de Pesquisa, professora Patricia Silva Osório; Administrativa, Lisaiane Bortolini; de Planejamento, Anne Cristine Betoni Cardoso; dos Câmpus do Interior, professores Paulo Jorge da Silva (Araguaia), Roberto Carlos Beber (Sinop) e Mauro Lúcio Naves de Oliveira (Várzea Grande).

Os discentes Gustavo Sanches Cardinal, do Câmpus do Araguaia, Matheus Araujo, do Câmpus de Cuiabá, Janaina Trindade Franco, do Câmpus de Sinop, e Douglas Guilherme Martins Mendes, do Câmpus de Várzea Grande também fizeram falas de recepção aos estudantes. Ao final, foi exibida uma apresentação do projeto de extensão “UFMT com a Corda Toda”,  previamente gravada.

Flexibilização e curso

Regida pela Resolução 32 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), de 08 de julho de 2020, a proposta de flexibilização da oferta de alguns componentes curriculares dos cursos de graduação por meio das TICs oferece outras estratégias de ensino e aprendizagem para oferta das disciplinas durante o período da pandemia.

Com o objetivo de orientar a comunidade acadêmica envolvida no processo, a UFMT disponibilizou um site especial sobre o tema. Nele, estão disponíveis informações sobre a ação e guias de orientação para os estudantes e coordenadores.

Além disso, a partir da parceria entre as Secretarias de Tecnologia Educacional (Setec) e de Comunicação e Multimeios (Secomm) e da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proeg), foi desenvolvido o curso “Introdução a Ambientes Virtuais de Aprendizagem”. Dirigido aos estudantes da UFMT de todos os Câmpus, a atividade tem por objetivo capacitar os discentes para entender aspectos introdutórios nos ambientes de aprendizagem.

Com duração total de 35 horas, as inscrições para o curso terminam às 23h55 desta segunda-feira e podem ser feitas a partir deste link.

Fonte | Assessoria UFMT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *