Proposta é planejar o desenvolvimento da região que tem 700 hectares e 250 empresas

O projeto do Mapeamento Cadastral e Multifinalitário do Distrito Industrial de Cuiabá, elaborado pela Associação das Empresas do Distrito Industrial (AEDIC), foi entregue ao secretário de Estado e Desenvolvimento Econômico (Sedec), César Miranda, que esta semana fez uma visita ao local. Em parceria com o Governo do Estado, será possível fazer o levantamento de todo o distrito, incluindo empresas instaladas em funcionamento, desativadas, espaços ociosos, terrenos disponíveis, entre outros dados.

O Cadastro Multifinalitário consiste em um inventário territorial oficial e sistemático de uma determinada área ou município. O documento compreende desde as medições, que representam a parte cartográfica, a avaliação socioeconômica local; a legislação, que envolve verificar se as leis vigentes estão coerentes com a realidade; e a parte econômica, que deve considerar a forma mais racional de ocupação do espaço.

“Com o cadastro, teremos condições de saber o direcionamento que o distrito deve ter, qual planejamento para a área, os espaços e construções ociosos que podem ser usados. Esse mapeamento é fundamental para planejarmos o futuro do Distrito. E precisamos da parceria do Estado para fazer isso, especialmente na questão cartorial”, explica a presidente da AEDIC, Margareth Buzetti.

O Distrito Industrial de Cuiabá tem uma área de 700 hectares, onde estão instaladas aproximadamente 250 empresas de vários ramos de atuação.

O secretário também conheceu o projeto técnico de revitalização do Distrito, que envolve o reasfaltamento das vias. Em algumas delas será necessário refazer desde a base e a sub-base, pois o asfalto foi totalmente desfeito devido ao intenso trânsito de caminhões e cargas pesadas. Para isto, estão sendo buscados meios financeiros para as obras.

César Miranda também visitou as obras do posto do Corpo de Bombeiros que está em construção no distrito. A expectativa é que a obra seja concluída até o final deste ano, aguardando apenas uma liberação específica do Ministério Público para ter continuidade. “O posto do Corpo de Bombeiros é uma necessidade antiga do Distrito, uma obra aguardada com muita ansiedade, que finalmente está sendo concretizada”, destaca Buzetti.

Na visita ao Distrito, o titular da Sedec-MT estava acompanhado do presidente do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea), Marcos Catão Dornelas, que mantém um posto de atendimento no Distrito, e do assessor da Sedec Anderson Lombardi.

Fonte | Assessoria

Siga-nos nas redes sociais: Facebook   Instagram   Twitter

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *