• A IBM apoiará a Fundación Pasos Libres com sua tecnologia para encontrar soluções que ajudem a combater o tráfico de pessoas;
• A Fundación Pasos Libres é o primeiro membro autenticado latino-americano da IBM na luta contra o tráfico de pessoas;
• 82% das vítimas do tráfico de pessoas na América do Sul são meninas e mulheres

América Latina, 30 de julho de 2020 – No Dia Mundial de Combate ao Tráfico de Pessoas, a ONG Fundación Pasos Libres e a IBM anunciam o primeiro DataJam Online da América Latina para combater o tráfico de pessoas. Usando tecnologias disruptivas baseadas em IBM Cloud, a competição busca o desenvolvimento de soluções relacionadas a dados para identificar, analisar padrões, redes e pontos críticos do tráfico humano. Neste crime, pessoas vulneráveis são capturadas para realizar trabalho escravo para os setores de manufatura, hospitalidade, agricultura e prostituição, gerando cerca de US$ 150 bilhões para seus captores globalmente.

Os voluntários da IBM vão colaborar com os participantes a partir de serviços de mentoria e aconselhamento durante todo o DataJam, ajudando a colocar em prática as ideias mais promissoras. A empresa fornecerá acesso aos dados do Traffik Analysis Hub, uma plataforma gratuita de compensação e análise criada pela IBM. Dentro do TA Hub, organizações sem fins lucrativos, instituições financeiras e grupos de aplicação da lei compartilham, correlacionam e analisam informações que podem ajudar a conter o tráfico de pessoas.

“Estamos muito orgulhosos em continuar colaborando com a Fundación Pasos Libres na luta contra o tráfico de pessoas e ajudar a sociedade com nossa tecnologia”, comenta Claudia Romanelli, Líder de Responsabilidade Social Corporativa da IBM América Latina.

De acordo com o Relatório Global de Tráfico de Pessoas de 2018, conduzido pelo Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC), os países detectaram e relataram um aumento no número de casos de tráfico de pessoas, e as Américas classificam-se como uma das regiões com os maiores números. De acordo com o relatório, 82% das vítimas na América do Sul são mulheres e meninas. Essa situação se intensificou nos últimos anos, com aumento do número de casos notificados nos fluxos migratórios e com a pandemia.

“A COVID-19 é um cenário auspicioso para o crime organizado dedicado ao tráfico de pessoas. A vulnerabilidade e a perda de renda fixa são fundamentais para os exploradores, pois eles facilmente fazem promessas de uma vida melhor”, explica Sebastián Arévalo Sánchez, Co-Fundador e Diretor da Fundación Pasos Libres. “Temos a responsabilidade e a missão de combater esse crime de forma mais eficaz neste cenário sem precedentes e, sem dúvida, a tecnologia e os dados são nossos grandes aliados”.

Os participantes do DataJam também usarão dados públicos e informações de conselhos de especialistas em tráfico humano da fundação Pasos Libres e do Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC).

“Durante a pandemia de COVID-19, muitas atividades criminosas já se movimentaram online. Grupos criminosos estão aproveitando o aumento do tempo que as pessoas, especialmente as crianças, estão conectadas à internet”, ressalta Ilias Chatzis, chefe da Seção de Tráfico Humano e Contrabando de Migrantes do UNODC. “A detecção e as investigações do tráfico de pessoas tornaram-se mais exigentes e as vítimas menos visíveis às autoridades. É por isso que precisamos pensar fora da caixa e encontrar soluções inovadoras com a ajuda do setor privado.”

A competição também contará com o apoio da UNODC, Movistar, Platzi, Western Union, Stop the Traffik e Procuradoria Geral da República da Colômbia e One Young World. Além disso, parte da força-tarefa sobre a Lei Computacional para Combater a Escravidão Moderna no MIT está trabalhando com a ONG Pasos Libres em alguns aspectos do DataJam.

O evento online, que acontecerá em espanhol e inglês, terá duração de uma semana – de 29 de agosto a 4 de setembro -, e abre suas inscrições neste dia 30 de julho para estudantes universitários da América Latina e para profissionais interessados no desenvolvimento de soluções tecnológicas inovadoras para sua rápida implementação para combater esse crime.

Para mais informações sobre o DataJam 2020 e inscrições, acesse a página http://www.ibm.com/events/co/es/datajam.

Traffik Analysis Hub: Fundación Pasos Libres, o primeiro parceiro da região

A Fundacion Pasos Libres juntou-se à IBM em novembro de 2019, juntamente com organizações e empresas como Stop the Traffik, Barclays, Liberty Shared, Love Justice International e Western Union como membros autenticados do Traffik Analysis Hub (TA Hub).

A ONG é a primeira aliada latino-americana do Traffik Analysis Hub, a plataforma mais avançada do mundo a colaborar com o combate ao tráfico de pessoas.

O TA Hub permite que diferentes indústrias e setores compartilhem e analisem grandes volumes de informações de dados e tráfico humano, a fim de identificar padrões, redes e pontos críticos desse fenômeno e, assim, direcionar eficientemente seus recursos para problemas específicos. A plataforma está hospedada em ambiente seguro de IBM Cloud e usa tecnologias altamente avançadas de Inteligência Artificial (IA), IBM Watson e machine learning.

Sobre o DataJam Pasos Libres

O DataJam Pasos Libres Online 2020 é a terceira versão da primeira competição de inovação tecnológica para combate ao tráfico de pessoas na América Latina, criada pela Pasos Libres e pela IBM em 2018. Este ano, a competição acontecerá online, trazendo mais jovens inovadores, especialistas e aliados do que nunca. Além disso, a iniciativa busca colaborar com as equipes vencedoras para promover o desenvolvimento de soluções propostas e casos de dados no ecossistema do Traffik Analysis Hub.

Fonte | Assessoria
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *