Criminoso pediu R$ 5,9 mil à família do paciente para cobrir custos emergenciais.

Um estelionatário que se passava por médico de um hospital particular de Cuiabá tentou aplicar um golpe na família de um idoso internado com Covid-19. O criminoso ligou, nesta sexta-feira (24), para a mulher de Milton José de Almeida, de 63 anos, e pediu que depositasse R$ 5,9 mil para cobrir os custos do tratamento.

Milton tem leucemia e, nesta semana, foi diagnosticado com o novo coronavírus. Ele está internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital privado da capital. Os custos, segundo a família, estão sendo cobertos pelo plano de saúde.

O filho do idoso, Renan Pinheiro de Almeida, contou que a madrasta ligou para ele chorando informando sobre a ligação que havia recebido.

“Falaram para ela que meu pai precisava fazer uns exames, que não dava para esperar o plano liberar e deveríamos depositar o dinheiro. Ela passou meu telefone para o homem e ele me ligou”, contou.

Segundo Renan, o estelionatário informou que era médico de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, e que havia sido transferido para a capital para cuidar do tratamento de Milton.

“Fique desconfiado, mas, no calor do momento, no estado que ele está, a gente quase caiu no golpe. Procuramos entrar em contato com o médico do meu pai para ele explicar melhor e o secretário dele disse que não havia nenhum custo adicional e que isso era um golpe”, relatou.

Renan afirmou que, enquanto a família tentava buscar explicações e conseguir o dinheiro, o criminoso ficava ligando a cada cinco minutos pedindo que o valor fosse depositado o mais rápido possível.

“Eu disse que entregaria pessoalmente, mas ele falou que não precisava, que poderia ser por depósito. Quando descobri que era golpe, acabei xingando ele por telefone e desliguei”, disse.

Ao procurar o hospital, a família foi informada que outros acompanhantes de pacientes internados também receberam ligações de estelionatários pedindo dinheiro.

Hospital divulgou comunicado para alertas famílias de pacientes sobre golpes — Foto: Reprodução
Hospital divulgou comunicado para alertas famílias de pacientes sobre golpes — Foto: Reprodução

Em nota comunicado, a unidade de saúde informou não divulga informações de pacientes por telefone e que qualquer contato pedindo dinheiro é golpe.

Renan disse que já registrou um boletim de ocorrência para que a polícia tente identificar o criminoso.

O estado de saúde de Milton é estável e ele continua internado no hospital.

Fonte | G1

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *