O governador Mauro Mendes afirmou que o Estado de Mato Grosso está tendo grandes dificuldades em contratar profissionais de saúde para atuar no enfrentamento à covid-19, apesar de todos os esforços de chamamento.

A declaração foi dada nesta quinta-feira (09.07), durante entrevista ao apresentador José Luiz Datena, na rádio Bandeirantes.

De acordo com o governador, esse é atualmente um dos maiores empecilhos para colocar novas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) em funcionamento, uma vez que é necessária uma equipe considerável de profissionais de saúde capacitados para gerir as unidades.

“O nosso grande problema é a contratação de profissionais. O Governo está pagando mais caro, elevamos o preço, o salário, o plantão médico. Subimos e está em R$ 1.800 por 12 horas de trabalho de um médico, assim como subimos de outros profissionais que compõem as UTIs, para atender a população, que é o mínimo que a gente pode fazer”, explicou.

Ainda na entrevista, Mauro Mendes reforçou a orientação para que a população, ao sentir os primeiros sintomas de coronavírus (como tosse seca, febre e falta de ar), procure imediatamente um médico para que a situação não se agrave. O Governo do Estado está adquirindo grande quantidade de medicamentos para distribuir às prefeituras, de forma a estarem disponíveis para os pacientes na atenção básica.

“O tratamento precoce é uma medida eficaz. Teve sintomas, não fique em casa. Procure um médico, tome o medicamento no início e isso está salvando milhares de vidas e pode salvar a vida de muita gente”, ressaltou.

Esforço para contratação

No momento, há um edital aberto para a contratação de médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, assistentes sociais, técnicos de enfermagem, técnicos de laboratório e maqueiros, para atender a demanda nos Hospitais Regionais de Alta Floresta, Cáceres, Colíder, Rondonópolis, Hospital Metropolitano e Hospital Estadual Santa Casa.

Além disso, outro edital foi aberto nesta semana visando a contratação de 24 médicos para atuar no Centro de Triagem e Diagnóstico da Covid-19, em Cuiabá, que começará a atender nos próximos dias. As inscrições podem ser feitas por meio do link: cadastro.mt.gov.br

O Governo do Estado também vai enviar ainda nesta quinta-feira um projeto de lei à Assembleia propondo que os profissionais contratados da Saúde que porventura contraiam a covid-19, possam continuar a serem pagos enquanto estão em período de recuperação, de forma a não ficarem desassistidos.

Fonte | Governo de MT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *