A Rede Nacional de Médicos Populares em conjunto com organizações da reforma sanitária e representativa dos trabalhadores da saúde prestaram homenagem aos colegas que morreram em decorrência do novo coronavírus. O ato foi realizado na manhã deste domingo (21), na escadaria da Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, em Cuiabá.

O ato simbólico também foi realizado em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e da democracia. “Ultrapassamos a marca de 1 milhão de casos e mais de 50 mil mortes, muitas delas evitáveis, se não estivéssemos em meio ao caos governamental em todas as instâncias, num momento de ausência de políticas de saúde eficazes para o enfrentamento da epidemia no Brasil”, diz a organização.

Às 19 horas, também haverá uma missa em memória das vítimas da doença. Em Mato Grosso, 302 enfermeiros contraíram o vírus sendo que cinco morreram. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que já recebeu diversos atestados de afastamento de profissionais por coronavírus.

Os números de Mato Grosso continuam crescendo, e neste sábado (20) o estado chegou a 9.262 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) no estado. Nas últimas 24 horas, foram registradas 19 mortes, chegando ao total de 341 óbitos. Também há 6.624 casos de síndrome respiratória aguda grave (suspeitos de coronavírus).

Fonte | Olhar Direto

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta