O comprador confessou que adquiriu o documento por este valor, sem fazer aulas, com objetivo de conseguir uma vaga de emprego.

Dois homens foram presos, na quarta-feira (10), suspeitos de compra e venda de diploma e histórico escolar falsos em Jauru, a 463 km de Cuiabá. O vendedor e o comprador dos certificados foram flagrados no momento da entrega dos documentos falsos.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações iniciaram após os policiais da Delegacia de Jauru receberem denúncia anônima sobre a comercialização de diplomas falsos na cidade.

Com base nas informações, os policiais iniciaram as investigações e conseguiram localizar o vendedor entregando o diploma ao comprador em sua residência.

Diante da situação, foi realizada abordagem dos dois suspeitos. A polícia constatou que realmente tratava-se de um certificado escolar, acompanhado de seu histórico falso.

O comprador confessou que adquiriu o documento do outro suspeito pelo valor de R$ 1.250 em dinheiro, sem fazer aulas, com objetivo de conseguir uma vaga de emprego.

Já o vendedor do certificado, inicialmente negou ter recebido o valor e disse que apenas estava intermediando a entrega do documento.

Porém, em seguida o suspeito acabou confessando que recebeu o valor e disse que conseguiu o certificado falso com uma mulher na cidade de Araputanga, no sudoeste do estado.

Os dois suspeitos foram conduzido à Delegacia de Jauru. Na decisão judicial foi determinado a fiança de dois salários mínimos para o vendedor e de um salário mínimo para o comprador.

Após o pagamento, os suspeitos receberam alvará de soltura e responderão pelo crime em liberdade.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta