Ela faz parte do grupo de 17 pessoas que foram infectadas pelo vírus na unidade III do Centro Integrado de Assistência Psicossocial Adauto Botelho.

Uma enfermeira de 49 anos que trabalha no Hospital Adauto Botelho, em Cuiabá, está internada com Covid-19 há 33 dias, em estado grave. A servidora foi internada primeiramente na enfermaria, mas após três dias o estado de saúde dela se agravou e a enfermeira precisou ir para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde está há 30 dias. Ela faz parte do grupo de 17 pessoas que foram infectadas pelo vírus na mesma unidade do hospital.

De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde do estado (Sisma), o quadro de saúde dela é grave, mas segue estável, até esta terça-feira (5). Apesar de ter 49 anos, a enfermeira faz parte do grupo de risco por ter diabetes. Por causa disso o quadro se complicou em poucos dias.

A Unidade III do Centro Integrado de Assistência Psicossocial Adauto Botelho, onde a enfermeira trabalha, teve 17 casos de Covid-19 confirmados no dia 7 de abril, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Ses).

Entre as pessoas infectadas, 13 eram servidores e quatro eram pacientes que estavam na Unidade III. A maioria dos casos apresentou sintomas leves ou não manifestaram sintomas.

No último sábado (2), um dos profissionais que foram infectados morreu em decorrência da doença. Athaide Celestino da Silva era enfermeiro há 37 anos e trabalhava na Unidade III do Adauto Botelho.

O enfermeiro estava internado na UTI de um hospital particular da capital desde o dia 26 de março, e respirava por ventilação mecânica. Athaide era cardiopata, hepatopata e hipertenso, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá.

Todos os pacientes e profissionais da Unidade III do Adauto Botelho que tiveram diagnóstico positivo ou que mantiveram qualquer tipo de contato com os diagnosticados cumpriram regime de isolamento ou quarentena.

Em Mato Grosso, até esta terça-feira (5) foram registrados 366 casos de Covid-19. Treze mortes foram confirmadas em decorrência da doença.

Fonte | G1   Foto | Reprodução TVCA

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *