Mais visibilidade, proteção e confiança no deslocamento nas ruas são apenas algumas das muitas vantagens que o projeto de substituição de luminárias convencionais pelas de LED, desenvolvido desde o início deste ano pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra), vai proporcionar à população rondonopolitana.

Orçado em R$7.152.423,30, o investimento é financiado com recursos próprios da Prefeitura Municipal e contempla diversos lugares da cidade. Das cinco mil lâmpadas novas que devem substituir as antigas, este mês termina com 1.300 delas instaladas, de acordo com o engenheiro da Sinfra Paulo Roberto Vicente, que é fiscal do contrato que rege a implantação do projeto.

“Este é um serviço de suma importância para garantir qualidade de vida nos centros urbanos, atuando como instrumento de cidadania e permitindo aos habitantes de Rondonópolis desfrutar plenamente do espaço público no período noturno. E, ainda, implica em uma melhor imagem da cidade, favorecendo o turismo, o comércio e o lazer noturno, contribuindo para o desenvolvimento social e econômico da população”, observa o engenheiro.

Powered by Rock Convert

Já receberam a tecnologia LED as avenidas Bandeirantes, dos Estudantes, Presidente Médici, Júlio Campos e Lions Internacional. Atualmente, equipes da Sinfra executam o programa no Quadrilátero Central, que compreende as ruas Rosa Bororo e José Barriga e as avenidas Presidente Kennedy e Dom Wunibaldo e, também, na região da Vila Operária e entorno, incluindo a feira do bairro e o Estádio Mané Garrincha. “Os trabalhos na Vila Operária devem terminar na primeira semana de maio”, assegura o fiscal.

Economicidade, durabilidade e claridade estão entre as características beneficiadas com a utilização do equipamento LED, conforme Paulo Roberto. “A temperatura de cor da luminária LED é mais agradável aos olhos e seu fluxo luminoso é superior ao da lâmpada convencional, permitindo uma luminosidade maior com potência elétrica menor. Além disso, a vida útil da LED é mais longa.  Assim, é possível atingir uma economia de até 60% na conta do município e dar segurança às pessoas quando estiverem nas vias públicas”, enumera ele.

Apesar do planejamento estipular um período de um ano e seis meses para a substituição do sistema de iluminação pública antigo pelo moderno, o engenheiro destaca que o cronograma está adiantado e, por isso, a implantação da tecnologia LED deve ser concluída antes do prazo fixado. “O cronograma prevê 18 meses a partir de fevereiro para a conclusão dos serviços. Mas, pelo ritmo que imprimimos, provavelmente conseguiremos fazer toda a substituição em seis meses”, anuncia Paulo Roberto e realça que a intenção é realizar a ampliar do programa contemplando outros locais do município.

Fonte e Foto | Assessoria

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *