O Governo concluiu mais três pontes de concreto nas rodovias MT-322, 110 e 242 que vão beneficiar todo o Estado, melhorando o acesso à população aos municípios de Matupá, Novo Mundo, Tesouro, Juara e Brasnorte. As obras foram executadas para substituir pontes de madeira e fazem parte de um compromisso do Governo do Estado de concluir as que foram paralisadas em gestões anteriores.

Na rodovia MT-242, na divisa entre Juara e Brasnorte, foi finalizada a obra da ponte sobre o Rio Sangue I.  A ponte de concreto tem 214 metros e substitui a ponte de madeira que era  a segunda maior ponte deste tipo material existente em Mato Grosso.

A ponte é um pedido antigo da região e uma importante ligação dos municípios Juara e Brasnorte com  Nova Maringá e Brianorte.

Já na rodovia MT-322, na divisa dos municípios de Matupá e Novo Mundo, foi construída uma ponte sobre Rio Braço Norte II, com uma  extensão de 151 metros. A ponte vai do entroncamento da BR-163, em Matupá, até o entroncamento da MT-419.  O obra vai beneficiar sobremaneira o tráfego na região Norte.

Na região Sudeste do Estado foi concluída a ponte localizada na MT-110, no município de Tesouro, sobre o Rio Batovi. A ponte tem uma extensão de 60 metros e vai beneficiar diretamente a região, ligando o município de Tesouro a Guiratinga e ao entroncamento da BR-070.

Novas pontes

Além das pontes finalizadas, o Governo do Estado já planeja  a construção de outras 57 pontes de concreto  em diversas rodovias estruturantes do Estado, que beneficiarão todas as regiões do estado de Mato Grosso.

As obras serão executadas com recursos oriundos de empréstimo a ser contraído junto à Caixa Econômica Federal (CEF), no valor de até R$ 550 milhões. “A operação de crédito foi autorizada  e a secretaria dá andamento aos procedimentos legais para a formalização do contrato”, explicou o secretário de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira.

Fonte e Foto | Sinfra-MT

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *