Dos 181 casos confirmados de coronavírus, apenas sete estão internados, sendo três em leitos públicos. O Jornal da Globo publicou que MT tem 82% dos leitos de UTI ocupados, em matéria sobre Covid, e confundiu a população.

Powered by Rock Convert

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) esclareceu, na manhã desta terça-feira (21), que a ocupação de 82% de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Mato Grosso, divulgada no Jornal da Globo, na noite de segunda-feira (20), não é apenas referente a pacientes com covid-19, o novo coronavírus, mas também a outros casos, como vítimas de acidente e outras enfermidades que a Saúde Pública atende.

Atualmente são três pacientes de coronavírus, que estão internados em UTI’s do SUS e outros quatro em UTI’s particulares.

O esclarecimento se fez necessário porque não houve essa explicação, por parte da Rede Globo, e a divulgação confundiu a população, já que ficou parecendo que a ocupação de 82% dos leitos se dava por coronavírus, o que não ocorre.

A Secretaria de Saúde destaca que há uma rede de unidades especializadas para casos de coronavírus. O percentual divulgado não considera os leitos que vão entrar em funcionamento no Hospital Metropolitano de Várzea Grande, na Santa Casa de Cuiabá e no interior do Estado, que serão especializados para atendimentos de pessoas com coronavírus.

O número de leitos que serão inaugurados serão informados pelo secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, na quinta-feira (23), no novo plano de enfrentamento ao corovírus.

Atualmente, o Estado tem 216 leitos de UTI do Sistema Única de Saúde (SUS).

Veja a nota da SES na íntegra:

Em esclarecimento aos dados divulgados pela imprensa, o Estado de Mato Grosso informa que conta hoje, dia 21, com 27 leitos exclusivos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com COVID-19. Destes leitos, apenas 3 estão ocupados com pacientes em tratamento do coronavírus.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) esclarece que a rede SUS de Mato Grosso continuará a dispor de leitos gerais para o atendimento de todas as demandas de urgência e emergência. Os leitos de atendimento geral em UTI – isto é, que não são específicos para o atendimento às pessoas com coronavírus e não incluem os leitos em ampliação – é que registram uma média de 82% de ocupação. Esse percentual não está relacionado ao coronavírus, mas sim às outras enfermidades que exigem internação em Terapia Intensiva.

Nesta quarta-feira, dia 22, o Governo de Mato Grosso divulgará o cronograma de ampliação e reordenamento de leitos exclusivos para o atendimento relativo ao coronavírus, que já foi apresentado ao Ministério Público Estadual e Tribunal de Contas de Mato Grosso.

Fonte e Foto | SES-MT 

Powered by Rock Convert
(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *