Uma família foi detida por agentes da polícia militar no Posto 6 da Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, na manhã desta terça-feira, 21. Cerca de cinco pessoas entraram no mar mesmo com o decreto do governador Wilson Witzel sobre o isolamento social em decorrência do novo coronavírus. Os agentes soaram o primeiro apito para alertar os banhistas e pedir para que saíssem, mas o grupo continuou dentro da água.

Novamente, os pms acionaram o segundo apito e foram retirar as pessoas do local, o que causou uma aglomeração na orla do calçadão por causa da cena. Todos foram conduzidos em duas viaturas da polícia e levados para 13ª DP (Ipanema) para prestar esclarecimentos.

Desde o dia 20 de março, o acesso às praias está proibido conforme o decreto assinado por Witzel do dia 19 de março com as novas medidas restritivas para conter a propagação do novo coronavírus. O texto do decreto diz que não é permitido “frequentar praia, lagoa, rio e piscina pública”, no entanto, muitas pessoas são flagradas todos os dias andando pelo calçadão de toda orla do Rio e até mesmo nas areias.

As proibições valem até o dia 30 de abril, mas o governo já alertou que podem ser prorrogadas por mais tempo, dependendo do avanço do número de infectados pela Covid-19.

Fonte | Yahoo

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta