Neste momento difícil e muito crítico que assola toda a humanidade, mais do que apelos para estimular os negócios locais, empreendedores locais, ações nesse sentido são hoje imperativas para a sobrevivência de uma grande parcela da população brasileira e também para a economia do país, brutalmente abalada pela crise do coronavírus.

Compre do pequeno, compre local!

Apoie os negócios locais. Grandes meios de comunicação reforçam a mobilização em torno desta proposta, que, no atual quadro de pandemia e crise, é de utilidade pública.

As microempresas e as de pequeno porte, segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) somam 99% do total de empresas no país, representam hoje 27% do PIB. E de acordo com a estimativa, referente a 2019, elas respondem por 54% do emprego formal e 44% da massa salarial dos brasileiros.

Pequenas ações, como pagar antecipadamente serviços que não são urgentes ou priorizar o mercadinho de bairro na hora das compras são reforços importantes para os negócios.

Se o consumidor prestigiar o comércio de vizinhança quando houver necessidade essencial de uma compra presencial, isso ainda ajudará a conter a circulação de pessoas neste momento crítico de saúde.

Em Rondonópolis,  a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Rondonópolis (CDL), fez uma relação de empresas de atividades essenciais que estão operando em Delivery:

Veja a lista

Fonte | Redação  Foto | Internet 

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *