Novo número de pacientes representa um aumento de 22% em relação aos 1.546 casos registrados até domingo (22). Entre as mortes, o crescimento foi de 36%.

O total de casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) subiu para 1.891 nesta segunda-feira (23), segundo balanço do Ministério da Saúde. O número de mortes também aumentou para 34 mortes.

O novo número de casos representa um aumento de 22% em relação aos 1.546 casos anunciados até domingo (22). No caso das mortes, o crescimento foi de 36%. Entre os pacientes que morreram em consequência da doença Covid-19, 30 estavam no estado de São Paulo e quatro no Rio de Janeiro.

Casos pelo Brasil

Unidade da Federação Casos Mortes
Acre 11 0
Amazonas 32 0
Amapá 1 0
Pará 5 0
Rondônia 3 0
Roraima 2 0
Tocantins 5 0
Alagoas 7 0
Bahia 63 0
Ceará 163 0
Maranhão 2 0
Paraíba 2 0
Pernambuco 42 0
Piauí 6 0
Rio Grande do Norte 13 0
Sergipe 10 0
Espírito Santo 29 0
Minas Gerais 128 0
Rio de Janeiro 233 4
São Paulo 745 30
Distrito Federal 133 0
Goiás 23 0
Mato Grosso do Sul 21 0
Mato Grosso 2 0
Paraná 56 0
Santa Catarina 68 0
Rio Grande do Sul 86 0
BRASIL 1891 34

“Atualmente, todos os estados do país registram casos da doença, mas nem todas as regiões apresentam o mesmo nível de transmissão. A região norte, por exemplo, tem 3,1% do total de casos do Brasil. Na outra ponta, a região Sudeste representa o maior percentual, na ordem de 60%.” – Ministério da Saúde, em nota

Pandemia acelera no mundo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirmou nesta segunda que nos últimos 4 dias os novos casos de coronavírus subiu em 100 mil, levando o total de pessoas infectadas a mais de 300 mil em quase todos os países do mundo.

“A pandemia está acelerando”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, informando que o vírus está em circulação em”quase todos os países do globo terrestre.”

Para comparar a velocidade que a pandemia ganhou nos últimos dias, a OMS informou que o número de casos de Covid-19 atingiu a marca de 100 mil em 67 dias – mas levou apenas 11 dias para dobrar e atingir 200 mil casos e outros quatro dias para chegar a 300 mil casos.

Fonte | Ministério da saúde com G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *