A britânica alterada forçou o retorno da aeronave para o aeroporto e agora foi sentenciada a dois anos de prisão

Uma turista britânica tentou abrir a porta do avião a mais de 9000 metros de altura e ainda por cima gritava “vocês todos vão morrer”.

Chloe Haines, 26, forçou o piloto a voltar depois de apenas 45 minutos de voo rumo a Turquia.

Dois aviões caça europeus foram enviados para escoltar a aeronave de volta para o aeroporto londrino Stansted.

Ela investiu contra a porta do avião que tinha 206 pessoas a bordo, e depois distribuiu socos e chutes nos passageiros e na tripulação que a detiveram.

Agora, ela foi sentenciada a dois anos de prisão por ter colocado em risco a segurança do avião e por ter atacado um membro da tripulação. Também foi proibida de voar com a companhia aérea pelo resto de sua vida.

Ela alega ter apagado de sua mente o que ocorreu por ter misturado bebidas alcoólicas e medicamentos.

E agora tem uma conta de R$ 480.000 (£85.000) para pagar.

Segundo a CNN, a aeronave saiu do Aeroporto Internacional de Montreal-Trudeau com o objetivo de aterrissar a 370 km dali, em Bagotville.

No entanto, após a roda se soltar da aeronave modelo Dash 8-300, os pilotos precisaram retornar ao ponto inicial.

“No momento, estou em um avião que acabou de perder uma roda. 2020 começando bem”, tuitou o passageiro e autor da gravação. Apesar do susto, o avião conseguiu aterrissar em segurança.

“Nossos pilotos são bem treinados para lidar com essas situações e responderam de acordo com nossos procedimentos operacionais padrão”, explicou o porta-voz da companhia por meio de comunicado.

Veículos de emergência aguardavam o pouso na pista “como medida de precaução”.

“Nosso pessoal de manutenção em Montreal está realizando uma inspeção completa da aeronave para determinar a causa e prosseguir com os reparos necessários”, reportou o texto divulgado pela companhia.

Fonte | R7  Foto | Arquivo Pessoal

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *