Antônio Padilha, 60 anos, teria se recusado a baixar o vidro do veículo. Irritado, o assaltante atirou contra a vítima que morreu na hora.

O advogado Antônio Padilha, 60 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (04) após o carro que conduzia, um Fiat Cronos, ser seguido por bandidos que abordaram o veículo e mandaram que o vidro fosse baixado, mas a vítima não obedeceu e foi baleada na cabeça, na frente da esposa, que também estava no carro.

O crime aconteceu nas proximidades da Avenida dos Trabalhadores, no Bairro Jardim Leblon, em Cuiabá.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando os paramédicos chegaram para fazer o atendimento apenas constataram a morte da vítima.
A esposa de Antônio, nome não divulgado, estava no carro no momento do crime e será ouvida pela polícia.

Informações preliminares apontam que os bandidos já estavam monitorando Antônio e a esposa quando viram as vítimas entrarem num supermercado, onde fizeram saque no caixa eletrônico.

Os assaltantes seguiram o Cronos e em momento oportuno, quando a vítima reduziu a velocidade no trajeto, abordaram o veículo, ordenaram que o vidro fosse baixado, mas Antônio se recusou e o ladrão atirou três vezes, atingindo o motorista, que morreu na hora.

A Polícia Militar (PM) atendeu a ocorrência, isolou a área, devido a grande quantidade dos populares que se reuniram em volta do carro e acionou a Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica) e a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Outras viaturas de apoio saíram em rondas em busca dos assassinos, mas até a publicação desta reportagem nenhum dos bandidos haviam sido identificados ou localizados.

A perícia analisou a cena do crime, colheu informações técnicas que comprovem as circunstâncias do homicídio e encaminhou o corpo ao Instituto Médico Legal (IML).
A DHPP segue nas investigações e buscas pelos autores da tentativa de latrocínio, roubo seguido de morte.

Fonte | RMT

(Visited 1 times, 39 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *