Denunciante afirmou que tomou conhecimento das imagens depois de receber um vídeo com fotos íntimas da filha. O número que compartilhou as imagens, segundo ela, tem prefixo de outro estado.

A mãe de uma adolescente de 16 anos procurou a polícia em Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá, para denunciar o vazamento de fotos íntimas da filha que estavam salvas em um app. De acordo com a Polícia Civil, a mãe e a filha devem ser ouvidas sobre o caso nesta sexta-feira (28).

Ao realizar a denúncia, a mãe da garota afirmou que tomou conhecimento das imagens depois de receber um vídeo com fotos íntimas da filha.

O número que compartilhou as imagens, segundo ela, tem prefixo de outro estado.

Para a mãe, a menina confirmou que as fotos são dela e estavam armazenadas em uma rede social e guardadas por senha.

Segundo a polícia, os donos dos números de telefone que compartilharam ou replicaram as imagens em grupos de aplicativos também devem ser intimados a depôr.

O caso deve ser investigado pela polícia em sigilo.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 13 visits today)

Deixe uma resposta