Arildo Eduardo Ki Kurireu, de 47 anos, estava desaparecido desde o dia 25 de abril.

O corpo do índio Arildo Eduardo Ki Kurireu, de 47 anos, que desapareceu ao passar a noite às margens do Rio Vermelho, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, no dia 25, foi encontrado nessa quinta-feira (2), no córrego Miau, próximo da ponte Pedra, no município.

Segundo moradores da região, o corpo do indígena estava boiando no córrego. Ele foi retirado da água e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Familiares e amigos do índio fizeram o reconhecimento do corpo.

Ainda não se sabe o que aconteceu com Arildo. Um laudo deve apontar as causas da morte.

O desaparecimento

No dia do desaparecimento, Arildo havia feito compras em um mercado da cidade com amigos da aldeia Pobore, onde mora com a mulher e os filhos. Eles voltavam para a aldeia de barco, mas ingeriram bebida alcoólica e decidiram passar a noite na casa de parentes. No entanto, Arildo não conseguiu chegar até a casa e ficou dormindo próximo ao rio.

No dia seguinte, quando os companheiros voltaram para buscar o barco, Arildo não estava mais no local. Eles encontraram apenas um rastro de Arildo até o rio.

Desde então, os bombeiros estavam realizando buscas pela região.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta