Terroristas também sugeriram ataque contra o Príncipe George, filho de Middleton com o Príncipe William

Membros do grupo terrorista Estado Islâmico tinham plano de envenenar a duquesa Kate Middleton, esposa do Príncipe Harry, enquanto ela fazia as compras dela em um supermercado. A informação foi noticiada pelo jornal britânico MetroUK. De acordo com a publicação, profissionais da intenligência britânica tiveram acesso a mensagens encriptadas trocadas entre membros do Estado Islâmico cogitando a possibilidade de ter como alvo o local no qual Middleton faz suas compras. “Nós sabemos onde ela come – envenene o local”, teria exigido uma das lideranças do grupo.

A duquesa Kate Middleton com o Príncipe William e os três filhos no batismo do caçula (Foto: Getty Images)

Uma outra mensagem sugeria um ataque ao Príncipe George. Segundo os espiões da inteligência inglesa presentes no grupo de terroristas, foi compartilhada uma foto do garotinho e a frase: “A Ascensão do Descrente”.

“São planos repulsivos por envolver a Kate e as crianças enquanto elas tentam levar uma vida normal”, disse uma das fontes do jornal envolvida na investigação dos planos de envenenamento.

No último mês de julho, um terrorista foi condenado à prisão perpétua por incentivar seus seguidores nas redes sociais a cometerem atentados contra a vida do Príncipe George. Husnain Rashid enviou 360 mil mensagens em grupos fechados nas redes sociais antes de ser encontrado pelas autoridades.

Príncipe William e o pequeno George (Foto: Getty Images)
Fonte | Revista Monet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *