Então, dear reader, o Natal e o Ano Novo ficaram para trás, e (como costuma dizer o apresentador Chico Pinheiro, do Bom Dia Brasil, da Globo), agora é vida que segue…

Convenhamos que, como de costume, este ano promete ser mais um daqueles de grandes realizações (ou frustrações) para muita gente. Desta vez, entretanto, temos algumas novidades na área da política (com o governo Bolsonaro), da economia (com muita expectativa quanto ao que vai acontecer no país e no mundo) e da educação (com suas mazelas e tão pouco a comemorar até aqui), dentre tantas outras variáveis que fazem parte do nosso dia a dia, como as (aparentemente) inevitáveis questões pessoais e profissionais.

Em meio ao marasmo e ao caos que volta e meia se instaura ao nosso redor, porém, não há dúvida de que é preciso ter objetivos claros e ações assertivas se a intenção é chegar ao final deste ano (e dos que estão por vir) tendo avançado mais algumas casas nesse jogo misterioso e tão fascinante chamado vida.

Então, para aqueles que, por um motivo ou outro, estabeleceram (voltar a) estudar inglês como uma das suas metas fica aqui a minha torcida para que esse objetivo não se esvaneça no decorrer do ano, em meio às urgências diárias, que just like that transformam os dias em semanas, as semanas em meses e os meses em mais um ano em que “quase tudo aconteceu como o esperado/planejado”. Triste fim dos Policarpos Quaresma da modernidade,baby

Portanto, com o intuito de ajudar os interessados em (re)iniciar os seus estudos do idioma bretão, fica aqui o convite para conhecer a nossa Associação Livre de Cultura Anglo-Americana (ALCAA), que no próximo dia 4 de julho (não por acaso, dia da independência dos Estados Unidos) completa uma década de fundação, motivo este de enorme orgulho para mim e para alguns (poucos e bons) amigos que, mesmo sem muita estrutura e apoio, ousamos criar a nossa entidade socioeducacional em 2009. Detalhe: em meio a um clima de admiração e descrença, na sede da Câmara Municipal da cidade.

Assim sendo, com o intuito de tornar a Associação mais conhecida e, consequentemente, mais frequentada, estamos com uma variada lista de atividades internas e externas programadas para este ano, das quais o caro leitor (dear reader!) pode participar, caso queira ou possa. Dentre essas atividades estão palestras, oficinas/workshops e treinamentos em escolas, empresas ou na sede da própria ALCAA, na Avenida Tiradentes, 2496, Centro. Além disso, serão oferecidas possibilidades para que qualquer pessoa ou empresa se torne associada, mantenedora ou doadora junto aos registros da nossa organização. Informe-se a respeito!

Instituição sem fins econômicos reconhecida como de utilidade pública municipal (Lei n° 7.894, de 29 de outubro de 2013, de autoria do vereador Adonias Fernandes), a ALCAA oferece encontros educativos regulares (ou ‘aulas’) para crianças, jovens e adultos a preços bem abaixo do mercado e não cobra nada pelo material didático utilizado. Além disso, ela promove eventos e atividades culturais com relativa frequência, bem como mantém os seus programas de bolsas estudantis (parciais ou integrais), de aceitação de voluntários e de parceria colaborativa com outras instituições afins e/ou empresas.

Em suma, quando a Associação foi idealizada, a minha intenção em particular era (e ainda é) deixar um legado respeitável e respeitado em benefício da população local, tendo como premissa principal garantir o direito (e não o dever!) de todo e qualquer cidadão de ter acesso ao ensino ou à aprendizagem da língua inglesa (ou outro idioma, quando possível) com coerência e qualidade. Passados quase dez anos, creio que já avançamos muito nesse sentido, mas (para variar!) ainda há muito a ser feito. C’est la vie!

Dito isto, desejo a você all the very best in 2019!

Jerry Mill -Mestre em Estudos de Linguagem (UFMT), presidente da Associação Livre de Cultura Anglo-Americana (ALCAA), membro-fundador da ARL (Academia Rondonopolitana de Letras), associado honorário do Rotary Club de Rondonópolis e autor da biografia Lamartine da Nóbrega – Uma História Como Nenhuma Outra

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *