Em Rondonópolis, a cria está em rota de colisão com o seu criador. O advogado Carlos Naves, candidato a deputado federal pelo PV, passou a contrapor e disparar críticas ao senador do Podemos, José Medeiros (foto), de quem foi assessor de ponta no Congresso, inclusive com “gordo” salário próximo de R$ 20 mil mensais. O curioso é que Medeiros também concorre à Câmara e pelo palanque do candidato a governador Wellington, que também abriga Naves, derrotado a vereador em 2016. E os dois, pelas análises de bastidores, não alimentam chance de êxito nas urnas. Naves, numa coligação do seu PV apenas com o PC do B, disputa apenas para marcar posição. Já Medeiros está num blocão com 8 legendas (PRB, PP, PTB, PT, PMN, Podemos, Pros e PR), cuja estimativa é de eleger entre três e quatro federais.

Fonte | RD News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *