Segundo a PM, os estupros teriam ocorrido em duas situações antes da separação do casal. Com medo que os abusos ocorressem novamente, a menina contou o caso para a mãe.

Uma mulher procurou a polícia para denunciar o ex-companheiro depois que a filha de 12 anos relatou ter sofrido abuso sexual. Segundo a Polícia Militar, os estupros teriam ocorrido em duas situações antes da separação do casal. Com medo que os abusos ocorressem novamente, a menina contou o caso para a mãe, que estava reatando o relacionamento.

O primeiro abuso, segundo o relato da menina, foi cometido em dezembro do ano passado.

A menina contou que estavam todos na sala quando a mãe foi dormir. Em seguida, ela também foi para o quarto, mas foi seguida pelo padrasto.

No cômodo, ele passou a mão na genitália da menina, que reagiu e disse que contaria para a mãe.

O padrasto, por sua vez, a ameaçou de morte e disse que também mataria a mãe dela, caso fosse preso.

Depois que a mãe reatou o relacionamento e estava prestes a mudar de casa, a menina contou os abusos. O suspeito, de 31 anos, foi preso e levado para a delegacia.

Fonte | G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *