João Pereira de Almeida confessou que matou a ex-mulher usando um machado. Ele foi condenado pelo Tribunal do Júri a cumprir 17 anos e seis meses de prisão em regime fechado.

Um homem foi condenado por matar a ex-mulher dele com um golpe de machado, no Assentamento Renascer, em São José do Povo, no dia 06 de novembro de 2017. João Pereira de Almeida, de 40 anos, foi condenado pelo Tribunal do Júri a cumprir 17 anos e seis meses de prisão em regime fechado.

O júri ocorreu na segunda-feira (13).

Rosimere dos Santos foi assassinada pelo ex-marido em São José do Povo (Foto: Polícia Civil de MT)

Rosimere dos Santos foi assassinada pelo ex-marido em São José do Povo (Foto: Polícia Civil de MT)

De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), a vítima e o acusado estavam em processo de separação. Rosimere já teria começado outro relacionamento e avisou João que levaria o filho deles, na época com 6 anos, embora com ela. João disse à polícia que ficou indignado e a atingiu com o machado.

No dia do crime, o casal se desentendeu e brigou por causa da separação.

“Assim, após a discussão, a mesma se deitou em uma rede que ficava em frente ao barraco, de modo que o acusado, impelido de ciúmes, munido com um machado, se aproximou-se silenciosamente por trás da vítima e desferiu o golpe que ceifou sua vida e, de imediato, evadiu-se do local”, diz trecho do processo.

Os dois trabalhavam como lavradores no acampamento rural. João chegou a sair do local em uma motocicleta e tentou fugir, mas decidiu no final da tarde do mesmo dia ir até a delegacia da Polícia Civil em Rondonópolis.

João Pereira está preso na Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa, a Mata Grande, em Rondonópolis, onde cumprirá a pena.

Fonte | G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *