Vítima foi abordada pelo suspeito quando voltava da escola. Irmã mais velha percebeu que ela estava com ferimentos nos órgãos genitais.

O dono de bar é suspeito de oferecer balas para atrair uma menina de seis anos e estuprá-la dentro do estabelecimento, nesta terça-feira (14), em Dom Aquino, a 172 km de Cuiabá. Ele foi preso no mesmo dia do crime.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, a mãe da menina contou à polícia que a criança voltava da escola quando foi abusada sexualmente.

A menina contou à mãe que, ao passar em frente ao bar do suspeito, ele a chamou e ofereceu uma bala.

Quando se aproximou, ela foi puxada pelo braço e levada para dentro do estabelecimento, onde ocorreu o abuso.

Ainda segundo o relato da mãe, ela percebeu que a menina estava diferente quando chegou da escola, mas questionada, a criança disse que não havia acontecido nada.

Porém, mais tarde, quando a irmã mais velha da vítima foi levá-la ao banheiro, a menina reclamou que estava sentindo dores nos órgãos genitais.

A irmã contou para a mãe que, novamente questionou a vítima, que então contou o que tinha ocorrido.

Depois que a mãe registrou boletim de ocorrência, a polícia foi ao bar e prendeu o proprietário.

A criança foi encaminhada para exames que devem comprovar o abuso, segundo o Conselho Tutelar, que acompanha o caso.

Fonte | G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *