Nesta quinta-feira (9), o cantor Gilberto Gil prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro como testemunha de defesa do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva no caso do Sítio de Atibaia. Ministro da Cultura entre 2003 e 2008, Gil afirmou desconhecer qualquer ato ilícito de Lula durante seu mandato.

O cantor foi questionado por um dos advogados do ex-presidente sobre a relação dele com a Odebrecht, a OAS e se ouviu, durante seu tempo como ministro, qualquer tema que relacionasse o petista a algum esquema indevido. Para todas as questão, a resposta foi sempre a mesma: “não, de maneira nenhuma”.

Já Moro perguntou seu Gil chegou a conhecer os ex-ministros José Dirceu e Antônio Palocci, além do marqueteiro João Santana, e se sabe que tanto Palocci quanto Santana são réus confessos dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Mais uma vez, o cantos negou qualquer conhecimento sobre os temas no tempo em que foi ministro: “Tenho ouvido agora notícias sobre essa possibilidade”.

Fonte | Jovem Pan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *