Cantor e digital influencer se pronunciaram sobre o acordo que tiveram na última sexta-feira

Wesley Safadão e Mileide Mihaine, a ex-mulher do cantor, usaram suas contas no Instagram para comentar o acordo que revisou o valor da pensão alimentícia paga por Safadão ao filho Yhudy, de seis anos. Enquanto a digital influencer falou em gratidão, o cantor aproveitou para esclarecer a situação e virar a página.

Gratidão a Deus por permitir viver tantos lindos milagres, a minha família, meus seguidores e fãs, as minhas intercessoras espirituais, aos amigos, e a minha maior fonte de energia, força e resiliência: meu filho”, escreveu Mileide em sua conta no Instagram.

Já Safadão, postou uma série de stories para dizer que o acordo foi bom para os dois lados. “E já que está tudo resolvido, mesmo respeitando o segredo de justiça, eu preciso afirmar mais uma vez que eu nunca deixei faltar nada para o meu filho. Eu sempre dei um valor a mais do que era acertado na época e sempre foi uma média de R$ 35 mil a R$ 40 mil por 15 dias que ele fica com a mãe”, comentou o cantor.

De acordo com Safadão, nunca houve redução do valor e o que ele estava querendo era que fosse formalizado na Justiça o que de fato já existia. “O que me deixou muito feliz é que eu vou ter mais flexibilidade agora. E isso para mim era o mais importante. eu vou poder sair, vou poder trabalhar em paz. Vou voltar para casa e ter a certeza de poder estar com meu filho, poder conviver com ele e ter esse momentos que para mim não tem preço. Então, graças a Deus está tudo certinho. Vamos seguir agora em frente, vamos virar essa página”, falou o Safadão que anunciou shows no fim de semana em São Paulo.

Acordo sobre a pensão

Mileide e Wesley participaram de uma audiência na última sexta-feira, 27, na 12º Vara de Família de Fortaleza, que durou sete horas. Oficialmente, o cantor pagava 10 salários mínimos de pensão alimentícia para o filho e agora, com o acordo, ficou oficializado que o valor deverá ser de 40 salários mínimos, mais de R$ 38 mil.

De acordo com a assessoria de Safadão, esse valor  acordado já era  pago mensalmente desde 2015, de forma não regulamentada. Veja a nota na íntegra:

“Na manhã dessa sexta-feira,27, aconteceu na 12º Vara de Família, na capital do Ceará a audiência da revisão na forma de pagamento da pensão. Ficou acordado que o valor já pago mensalmente desde 2015, de forma não regulamentada, a partir desta data foi oficializado e homologado pela juíza em prol do filho. Em respeito ao ilustre promotor da Vara e a meritíssima juíza , Wesley Oliveira se resguarda a não divulgar os termos acordados no processo que antes corria em segredo de justiça e que agora segue em sigilo. “A conciliação foi feita pensando a todo momento no bem-estar de Yhudy. Graças a Deus tudo terminou bem, quero preservar a integridade emocional do meu filho e nesse momento só desejo que a paz volte a reinar!”. 

Fonte | Catraca Livre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *