Com o objetivo de proporcionar o acesso à água potável, melhorando a qualidade de vida e de saúde das famílias da zona rural, a Prefeitura de Rondonópolis em parceria com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) por meio do programa “Água para Todos” irá beneficiar 25 assentamentos e comunidades rurais com a perfuração de poços artesianos, sendo que 11 serão de realização imediata.

Para o produtor e presidente de piscicultura do Distrito da Boa Vista Aldenir Mesquita, a ação contribui significativamente para o aumento da produção e para a qualidade de vida das famílias.

“É de grande importância para o homem do campo, até para a família fixar no local. Só de ter água potável na casa para que a pessoa tomar já é saúde para o campo, até porque a água lá é de cisterna ou de mina, então não é boa como a do poço artesiano. Então o poço é uma riqueza para a família do campo porque a maioria é de grota, ou água de cisterna,” destacou o produtor.

O prefeito de Rondonópolis Zé Carlos do Pátio destacou o compromisso de garantir condições básicas para a agricultura familiar.

“A Funasa vai perfurar os poços, colocar proteção e a prefeitura vai comprar os reservatórios e as bombas. Estamos investindo na agricultura familiar, já compramos caminhão de carroceria para transportar o produto, caminhão basculante para fazer as estradas, estamos comprando caminhonete para dar assistência técnica, colocando tubulação de água em assentamentos rurais. São vários investimentos, queremos fixar o homem no campo,” destacou o prefeito.

O representante da Funasa Luiz Antônio de Lima explicou como será o processo que garantirá mais qualidade e quantidade de água para a zona rural de Rondonópolis.

“O município já indicou para nós as comunidades que vamos começar a perfurar, os equipamentos já estão aqui, será uma média de cinco a sete dias a perfuração de cada poço, à medida que a gente vai perfurando nós vamos avançando para o próximo. Concomitante a isso, a nossa equipe de estudo geofísico irá às comunidades que serão beneficiadas com poços tubulares profundos, serão duas equipes atuando efetivamente,” ressaltou Luiz Antônio.

O secretário municipal de Agricultura e Pecuária Genilton Pereira destacou a importância do pequeno produtor rural. “Através de programa como esses vamos poder fixar o homem no campo, sabemos que mais de 75% da comida que está na mesa do cidadão vem da agricultura familiar,” mencionou Genilton.

Conforme a Secretaria Municipal de Agricultura e Pecuária serão beneficiadas inicialmente com a perfuração de poços as comunidades de Vila Bueno, Volta Grande, Água Fria, Cidade de Pedra e os assentamentos Olga Benário, Dom Osório, Gleba Rio Vermelho, Selva de Pedra, Pau D’ Alho, São Francisco e Santa Luzia.

A perfuração ainda atenderá posteriormente mais 14 comunidades e assentamentos rurais, entre eles, a Cascata, João do Feiche, Dom Oscar Romero/Tietê, Naboreiro, Estiva, Grota Seca, Pinguela, Esperança, Vila Bueno (Linha Seca), Santo Antônio, comunidade indígena Tadarimana, entre outros.

Fonte | Assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta