Kaike foi preso em 2015 na Bulgária quanto tentava passar a fronteira para a Turquia e juntar-se ao Daesh na Síria, segundo a Interpol

O brasileiro Kaike Luan Ribeiro Guimarães e outros nove cidadãos foram condenados nesta quarta-feira (11) na Espanha em até 12 anos de prisão por fazer parte de uma celula terrorista. Ele estava preso na Espanha desde 2015.

Entre os réus estão quatro espanhóis e quatro marroquinos. A nacionalidade da 10ª pessoa do grupo não foi revelada pelas autoridades.

Os homens desta célula teriam entre 22 e 48 anos e planejavam realizar atentados terroristas em pontos turísticos de Barcelona. Além disso, o grupo tramava sequestrar uma pessoa e filmar a execução dela.

Kaike foi preso em 2015 na Bulgária quanto tentava passar a fronteira para a Turquia e juntar-se ao Daesh na Síria, segundo a Interpol que o procurava por toda Europa.

Segundo a investigação, o grupo se auto-denomina “Fraternidade Islâmica” e possui relação com o grupo extremista Estado Islâmico. A celula foi desmantelada em 2015 pela polícia da Catalunha.

Fonte | R7

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *