Luiz Carlos de Alvarenga Júnior tinha 39 anos e atuava como cirurgião geral e gastroenterologista. Ele caiu de moto aquática e foi atropelado, na noite de sábado (7). 

O médico Luiz Carlos de Alvarenga Júnior, de 39 anos, morreu nesse final de semana após ser atropelado por uma lancha no lago de Manso, na região de Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá.

O acidente ocorreu na noite de sábado (7) e o corpo do médico foi localizado apenas no início da madrugada deste domingo (8).

Segundo a Polícia Civil, testemunhas disseram que a vítima estava pilotando uma moto aquática, com um amigo na garupa, quando o acidente ocorreu. Eles voltavam da Ilha Bora Bora, entre duas lanchas, quando caíram do veículo.

De acordo com as testemunhas, uma das lanchas – que era conduzida por um amigo da vítima, de 40 anos – atingiu o médico.

Conforme a polícia, após o acidente, amigos da vítima iniciaram as buscas e encontraram o corpo cerca de 5h depois.

O caso segue em investigação pela Delegacia de Polícia de Chapada dos Guimarães, que aguarda laudos periciais requisitados junto à Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Além disso, depoimentos das testemunhas devem ser colhidos no decorrer desta semana.

Laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que a causa da morte do médico foi afogamento.

Notas de pesar e velório

Por meio de nota, o Conselho Regional de Medicina (CRM-MT) lamentou o falecimento do médico, que atuava como cirurgião geral e gastroenterologista em um hospital particular de Cuiabá.

“A medicina perde um profissional competente e comprometido, que sempre atuou pautado pelos principios éticos”, diz trecho da nota.

O corpo de Luiz Carlos de Alvarenga Júnior foi liberado na manhã deste domingo (8) pelo IML e será velado na Sala Orquídeas, da Capela Jardins, em Cuiabá, a partir das 17h [18h no horário de Brasília] de hoje.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta