O vereador Fábio Cardozo (PPS) cobrou, na sessão desta quarta-feira (21),  o governador Pedro Taques, que esteve na cidade esta semana, para que o Estado faça, faça a regularização dos repasses à Santa Casa de Rondonópolis, para os atendimentos de média e alta complexidade.

“Recebi muitas mensagens de mães e de outras pessoas preocupadas com a possibilidade de se suspender este importante serviço, já que o atendimento de gestantes de alto risco, por exemplo, faz parte dos atendimentos da média e alta complexidade. Não podemos permitir que isso aconteça. É lamentável esta situação e não podermos permitir que isso aconteça, pois significa vidas deixando de serem salvas”, ressaltou Fábio, da tribuna da Câmara.

A Santa Casa de Rondonópolis é referência em maternidade para todos os municípios da região sudeste de Mato Grosso, oferecendo atendimento obstétrico de alta complexidade, ou seja, faz o atendimento à gravidez de risco e casos de urgência e emergência.

Fábio destacou ainda que, segundo informações recebidas, os repasse do governo do Estado para a Santa Casa de Rondonópolis já estariam com quatro meses de atraso, chegando a um montante de cerca de R$ 2 milhões.  Diante desta situação, já foi anunciado pelos profissionais da maternidade que estão sendo afetados pelo atraso, caso não seja feito o pagamento, o atendimento deve ser suspenso até o final do próximo mês.

Fonte | Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *