Casal foi espancado por criminosos que invadiram a casa deles, no mês passado, em Tangará da Serra. Eles ficaram gravemente feridos e ele continua internado.

Um casal que foi brutalmente espancado durante um assalto à residência, no Bairro Jardim Santa Lúcia, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá, no mês passado, está se recuperando dos ferimentos. Segundo a Polícia Civil, foi levado o dinheiro da casa e o caso está sendo investigado como tentativa de latrocínio.

Wendel Pereira Neves, de 25 anos, passou por uma cirurgia na cabeça e continua internado em um hospital de Cuiabá.

Segundo familiares, ele já passou por uma cirurgia no cérebro e na segunda-feira (19) deve fazer outra cirurgia, só que dessa vez no rosto.

A mulher dele, a empresária Helena Cristina Assakura, de 37 anos, já recebeu alta do hospital e está se recuperando em casa.

Ela quebrou o maxilar e perdeu a maioria dos dentes. Ela está com dificuldades para se alimentar e também de falar e, por causa disso, continua recebendo acompanhamento médico.

O tio de Helena João Pereira da Silva disse que está revoltado com a violência cometida contra as vítimas.

“Ficamos muito tristes, porque essa bandidagem não tem cabimento. Dá medo, mas não podemos fazer nada. As pessoas que não têm coragem de trabalhar ficam tirando a vida das pessoas”, disse.

O crime

O casal dormia quando criminosos invadiram a casa pela janela do banheiro. Eles atacaram os moradores com uma picareta, que foi deixada no local.

No momento do crime, também estavam na casa as três filhas de Helena. Ela e o marido foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o hospital municipal com muitos ferimentos.

A técnica de enfermagem do Samu, Lilian de Oliveira Neves, que prestou socorro às vítimas, contou que o casal perdeu muito sangue.

“A cama estava toda cheia de sangue, as paredes sujas de sangue. Ele teve um corte na cabeça, nos lábios, com o queixo quebrado, muito machucado, e a mulher teve um corte na cabeça e nos lábios. Perderam muito sangue”, afirmou.

Ele foi socorrido em estado grave. Eles foram levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Tangará da Serra.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta