Principal suspeito do crime é o namorado, que fugiu após o crime. Mulher de 36 anos dava aulas em uma escola estadual e morava sozinha em um conjunto de prédios na zona norte da cidade.

De acordo com a polícia, Elisabeth Aparecida Ribeiro era professora de uma escola estadual da cidade e morava sozinha no segundo andar de um condomínio de prédios localizado na Rua Santos Dumont, no Jardim Palmital.

No momento do crime, a professora estava com o namorado, Jeferson Carlos da Silva, de 28 anos, dentro do apartamento, quando os dois discutiram.

Região Centro-Oeste Paulista registra dois feminicídios, um em Marília e outro em Paraguaçu Paulista

Região Centro-Oeste Paulista registra dois feminicídios, um em Marília e outro em Paraguaçu Paulista

Segundo a polícia, o suspeito pegou uma faca e atingiu a professora na região do pescoço. A Polícia Militar foi acionada e precisou arrombar a porta encontrando a mulher caída, já sem vida.

Após o crime, o suspeito fugiu numa moto até a casa da mãe dele, que fica na mesma região da cidade. À mãe, ele contou o que aconteceu no apartamento e depois fugiu, informou a polícia.

Segundo a polícia, o casal vivia junto há um ano e, até então, não havia registro de boletim de ocorrência de violência doméstica entre os dois.

O caso foi registrado como feminicídio e será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher. O suspeito está sendo procurado.

Professora morava em um condomínio de prédios na zona norte de Marília (Foto: Guilherme Lopes/TV TEM)

Professora morava em um condomínio de prédios na zona norte de Marília (Foto: Guilherme Lopes/TV TEM)

Outro feminicídio na região

Uma mulher de 49 anos foi encontrada morta nesta quarta-feira na casa onde morava no Jardim das Oliveiras, em Paraguaçu Paulista (SP). O principal suspeito é o marido da vítima, de 57 anos.

Segundo informações da Polícia Civil, a mulher foi estrangulada durante a madrugada na casa em que vivia com o marido, que está desaparecido. A polícia procura por ele.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta