O primeiro fim de semana de 2018 começa com boa pedida no circuito cultural de Rondonópolis. A Secretaria de Cultura (Secult), em parceira com o grupo de teatro cuiabano Espectrolab, vai apresentar ao público a peça Re-parir-se Maiêutica. O espetáculo acontece no domingo (7), às 19h, no Casario. A entrada é franca e a classificação etária é 14 anos.

A partir de uma pesquisa sobre teatro de animação, a atriz e bonequeira Raquel Mutzenberg concebeu o enredo em que aborda o poderio feminino não apenas pela capacidade de gerar outro ser, mas de gerar o que desejar.  Sob a bandeira da emancipação feminina, o roteiro enfoca a autonomia da mulher baseada no autoconhecimento. Assim, na peça, um casulo dá a luz ideias.

Com direção de Luiz Marchetti, Re-parir-se Maiêutica utiliza máscaras, bonecos e objetos em interação com imagens audiovisuais, criando um diálogo entre técnicas de teatro de animação e cinema.  As cenas ainda destacam a realidade de mulheres gravidas ao darem a luz e traça um paralelo sobre “o parto de ideias”, como define a atriz.

Além da representação, na segunda-feira (8), Raquel e a cineasta Juliana Segóvia vão ministrar, também no Casario, a partir das 8 horas, uma oficina cênica com duração de quatro horas a partir da qual será feito um vídeo-arte. A idade mínima para participar é 12 anos as inscrições podem ser feitas pelo e.mail reparirsemaieutica@gmail.com informando nome completo, idade e telefone.  O workshop é gratuito.

Fonte | Assessoria

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *