Porteiro confessou o crime e disse que pretendia vender os objetos para comprar uma arma de fogo de um homem, que também foi preso. Ação foi flagrada por câmeras de segurança.

Relógio furtado de apartamento está avaliado em mais de R$ 40 mil (Foto: Polícia Civil-MT)

Relógio furtado de apartamento está avaliado em mais de R$ 40 mil (Foto: Polícia Civil-MT)

O porteiro de um condomínio de luxo em Cuiabá foi preso nessa segunda-feira (18) suspeito de furtar objetos de valor de um apartamento. Foram furtados um relógio da marca Rolex, avaliado em mais de R$ 40 mil, e duas correntes de ouro, segundo a Polícia Civil.

Conforme a polícia, o porteiro confessou o crime e disse que pretendia vender os objetos para comprar uma arma de fogo de um homem, que também foi preso. Nesse caso, por porte ilegal de arma de fogo.

O crime foi cometido no dia 10, em um edifício localizado no Bairro Quilombo, na capital, deste mês e vinha sendo investigado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

A polícia começou a investigar o crime após denúncia da vítima. Foram analisadas imagens das câmeras de segurança do apartamento e o porteiro foi identificado como autor do furto.

De acordo com a Polícia Civil, pelas imagens, foi possível verificar que, no horário do furto, o suspeito saiu da portaria e subiu pelas escadas, as quais não possuem câmeras, ficando por cerca de 10 minutos fora do posto de trabalho.

Com a identificação do suspeito, os policiais entraram em contato com a empresa terceirizada com a qual o porteiro possui vínculo e pediu que solicitasse a presença dele.

No baú da motocicleta do suspeito, os policiais encontraram o relógio Rolex, que foi reconhecido pela vítima como o furtado do apartamento dele.

Preso em flagrante, ele foi levado para a delegacia, onde prestou depoimento. À polícia, ele confessou o crime e revelou que pretendia comprar uma arma de fogo, oferecida por um conhecido.

Com as informações, os policiais foram até a residência do suposto vendedor, na região do Bairro CPA, em Cuiabá.

No local, o suspeito que estava com um revólver calibre 38, com seis munições, na cintura, foi preso e autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Fonte | G1

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta