Veja quais atores poderiam ganhar um papel em um filme sobre o escândalo da JBS, que ameaçou o mandato do presidente Michel Temer

Não são poucos os eventos políticos do governo de Michel Temer  que poderiam render tramas da melhor qualidade, com maracutaias e reviravoltas o suficiente para gerar bons produtos de entretenimento .

iG Gente escalou o elenco para um filme sobre o escândalo da JBS, durante o mandato de Temer. Veja:

 

Temer

Michel Temer e Tarcísio Meira
Divulgação | Michel Temer e Tarcísio Meira

Tarcísio Meira poderia, tranquilamente, dar vida a Michel Temer em um filme sobre seu governo. Além de uma idade próxima e certa sofisticação natural, o ator tem um Q de vilão, uma cara de quem sabe mais do que conta, de quem está escondendo o jogo…

Eduardo Cunha

Eduardo Cunha e José Mayer
Reprodução | Eduardo Cunha e José Mayer

Qual é o ator brasileiro que tem uma extensa lista de papéis de homens corruptos, envolvidos em tramoias para obter benefícios? Ele mesmo, José Mayer! Então, porque não dar vida à Eduardo Cunha em um filme sobre o escândalo da JBS?

Wesley Batista

Wesley Batista e Leandro Hassum
Reprodução | Wesley Batista e Leandro Hassum

Um dos irmãos da JBS, o mais… atrapalhado. O papel cairia bem a Leandro Hassum, um ator versátil e com certo talento para personagens mais… divertidos e com tendências a fazer confusões. Voìla: o Wesley Batista perfeito para esse filme.

Joesley Batista

Joesley Batista e Enrique Díaz
Reprodução | Joesley Batista e Enrique Díaz

O papel de Joesley pede alguém com mais malícia no olhar que o de Wesley. Para isso, o eleito é o ator Enrique Díaz, que já fez alguns papéis de homens gananciosos na Rede Globo, em meados dos anos 2000. Ele, com certeza, entende o que se passa na cabeça dos líderes de grandes empresas.

Ricardo Saud

Ricardo Saud e Fábio Assunção
Reprodução | Ricardo Saud e Fábio Assunção

Mais um dos executivos da JBS que se beneficiou com um acordo de delação premiada: Ricardo Saud. A nossa aposta é que Fábio Assunção, recém filiado ao PT, faria estragos com o papel.

Sérgio Moro

Sérgio Moro e Wagner Moura
Reprodução | Sérgio Moro e Wagner Moura

O todo-poderoso juiz da Operação Lava-Jato merece um ator à altura: Wagner Moura. O ator, que já viveu até o traficante colombiano Pablo Escobar, poderia viver o juiz que deu início à maior operação da Polícia Federal.

Rodrigo Janot

Rodrigo Janot e Juca de Oliveira
Reprodução | Rodrigo Janot e Juca de Oliveira

O ex-procurador Geral da República Rodrigo Janot teve papel fundamental no escândalo da JBS, já que fez o que podia para levar o presidente da República ao banco dos réus, o denunciando duas vezes. Fato inéditto na história. E quem poderia representá-lo? O experiente Juca de Oliveira seria nossa escolha.

Aécio Neves

Aécio Neves e Alexandre Nero
Reprodução | Aécio Neves e Alexandre Nero

Aécio Neves, apesar dos escândalos de corrupção em que está envolvido, é um galã e ninguém pode negar. Então, o ator para dar vida ao mineiro não poderia ser outro que não um galã. Alexandre Nero é a melhor aposta no quesito galã de meia-idade que entende de personagens com desvios éticos e morais.

Marcela Temer

Marcela Temer e Fiorella Mattheis
Reprodução | Marcela Temer e Fiorella Mattheis

Ah, a nossa maravilhosa primeira dama: bela, recatada, do lar & loira! Quem mais para interpretar com fidelidade a doçura, a compassividade da jovem Marcela Temer se não a jovem, linda e loira Fiorella Mattheis? Ninguém, obviamente.

Patrícia Abravanel

Patrícia Abravanel e Deborah Secco
Reprodução | Patrícia Abravanel e Deborah Secco

Citada em uma das delações do caso, a herdeira de Silvio Santos é uma figura e tanto para estar de fora de um filme sobre esse período do governo de Michel Temer. Sendo assim, escalamos a atriz Deborah Secco, com seu sorriso contagiante e seu jeito de moça de família, para que a futura dona do SBT também esteja nesse longa.

Fonte | IG

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *