CAMPEONATO BRASILEIRO RODADA 30

Vasco  VASCO   01    x    01   CORITIBA   Coritiba

Matheus Galdezani joga contra o patrimônio no primeiro tempo, e Rildo faz boa jogada para deixar tudo igual na etapa final. Breno desvia bola contra seu gol e depois ainda é expulso

O JOGO

IGUALDADE TOTAL

Na abertura da 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, Vasco e Coritiba se encontraram no Maracanã com objetivos distantes na tabela. Mas o futebol demonstrado em campo foi bem parecido. Em jogo com poucas boas oportunidades criadas, até os gols tiveram suas semelhanças: ambos contaram com uma pequena ajuda rival. Gosto de vitória para os paranaenses, que não saem da zona de rebaixamento, mas comemoram o ponto conquistado após saírem atrás do placar.

DESTAQUE

Em um primeiro tempo morno, houve apenas uma chance real de gol – que foi contra. Nenê cobrou escanteio fechado aos 15 e Matheus Galdezani mandou para a própria meta. E o jogo se arrastou até o intervalo. Na volta para a etapa final, Marcelo Oliveira fez duas mudanças, mas o Coritiba seguiu sem produzir muito. Ainda viu o Vasco chegar com perigo e Wilson fazer grande defesa em chance de Wellington. Porém, numa jogada individual bonita, Rildo deixou Jean no chão e chutou. A bola desviou em Breno e tirou as chances de Martín Silva. E o jogo voltou para a temperatura normal até o apito final – Henrique Almeida até teve chance, mas mandou para fora, sem perigo.

PANORAMA

O Vasco perdeu a chance de roubar momentaneamente a 7ª posição do Botafogo. Agora com 43 pontos, se mantém em 8º e não pode ser ultrapassado nesta rodada. Por sua vez, o Coritiba, com 32, segue amargando a 18ª posição e desperdiça a oportunidade de dormir fora do Z-4.

Na próxima rodada, os vascaínos têm clássico contra o Flamengo, no sábado, às 19h, no Maracanã. O Coxa visita o Sport, no domingo, às 18h, na Ilha do Retiro.

PÚBLICO E RENDA

Pagantes: 25.683
Presentes: 30.351
Renda: R$ 999.495,00

PÉSSIMO DIA

Até os 21 minutos do segundo tempo, tudo parecia tranquilo para Breno. Mas a reta final da partida do zagueiro foi para esquecer. Desviou a bola que acabou em gol de Rildo e ainda acabou expulso perto do fim do jogo. Cometeu falta normal em Henrique Almeida, mas recebeu o vermelho por ter xingado o árbitro Raphael Claus (veja abaixo).

Do outro lado, Matheus Galdezani não teve bons 46 minutos na etapa inicial. Não só marcou o gol contra, como recebeu amarelo por falta feia em cima de Ramon e errou cerca de um terço dos passes que tentou (5 de 17). Acabou substituído e deu lugar a Iago.

 

Fonte | Globo.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *