Americano e inglês fazem a luta principal em Gdansk neste sábado, em evento a partir de 13h30 (de Brasília), com transmissão do Combate. Sertanejo e Warlley lutam no card preliminar

O UFC Polônia deste sábado, na cidade de Gdansk, será encabeçado por uma luta pouco provável nos tempos de hoje no UFC: de um lado, um lutador que é o número 6 do ranking peso-meio-médio, o experiente americano Donald Cerrone, e do outro um jovem inglês radicado no Brasil que não aparece na mesma lista e tem apenas quatro lutas na organização, Darren Til. Em tempos de lutadores cada vez mais exigentes, “Cowboy” não quis saber o quanto essa luta poderia lhe render – na verdade, tem mais a perder do que a ganhar -, apenas aceitou um adversário disposto a enfrentá-lo.

– Os rankings não são importantes. Sinto que, no último ano, os rankings não representam (nada), certo? “Cowboy luta com alguém (não ranqueado)”, e eles dizem algo como: “O quê?”. Mas parece que no ano passado os rankings não foram muito importantes… Eu só precisava de um adversário – disse Cerrone ao “MMA Junkie”.

Cerrone vem de duas derrotas para destaques da divisão, Robbie Lawler e Jorge Masvidal, tendo antes enfileirado quatro adversários. O lutador de 34 anos tem um cartel de 32 vitórias e nove derrotas, e aproveitou para cutucar rivais que não aceitam determinadas lutas.

– O público da MMA é tão estúpido! Eles simplesmente pensam que quando um cara diz: “Eu luto contra qualquer um”, isso significa que eles vão fazer isso. Não, isso não é verdade. Eles dizem em público que lutarão contra qualquer pessoa, e então, quando recebem a ligação e seu empresário se senta com eles, este lhe diz: “Não sei se isso é um bom confronto para você agora, você está saindo de uma derrota e blá, blá blá…” – disparou.

Se Cerrone não tem tanto a ganhar com uma vitória contra Darren Till, o inglês dez anos mais novo, nascido em Liverpool e morador de Balneário Camboriú-SC, fará a luta de sua vida até aqui. Com três vitórias e um empate no UFC, e um cartel invicto com 15 vitórias, Till se sente ao mesmo tempo agradecido pela chance e empolgado para fazer história. E pensa alto.

– Estou vivendo cada momento. Oportunidades como essa só acontecem de vez em quando, especialmente com apenas quatro lutas no UFC. É preciso que os caras do top 10 lutem mais para estarem nos principais eventos. Então, estou honrado. Realmente estou (…). E quero ser lembrado como o maior lutador que já lutou no MMA.

Dupla brasileira no card preliminar

Dois brasileiros estarão em ação na Polônia, no card preliminar. Além da nacionalidade, eles têm em comum a necessidade urgente da vitória. Os dois fizeram suas últimas lutas em novembro do ano passado, há quase um ano, e ainda perderam. Com a necessidade de estarem mais ativos e vitoriosos, Felipe Sertanejo e Warlley Alves enfrentam, respectivamente, Josh Emmett e Salim Touahri.

O canal Combate transmite ao vivo e com exclusividade todos os duelos do UFC Polônia neste sábado a partir das 13h30 (horário de Brasília). O Combate.com acompanha todo o evento em Tempo Real e exibe em vídeo as duas primeiras lutas.

UFC Polônia
21 de outubro, em Gdansk

CARD PRINCIPAL (a partir de 17h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Donald Cerrone x Darren Till
Peso-palha: Karolina Kowalkiewicz x Jodie Esquibel
Peso-meio-pesado: Jan Blachowicz x Devin Clark
Peso-médio: Oskar Piechota x Jonathan Wilson

CARD PRELIMINAR (a partir de 13h30, horário de Brasília):
Peso-leve: Marcin Held x Nasrat Haqparast
Peso-pesado: Anthony Hamilton x Adam Wieczorek
Peso-galo: Damian Stasiak x Brian Kelleher
Peso-médio: Sam Alvey x Ramazan Emeev
Peso-pena: Artem Lobov x Andre Fili
Peso-meio-médio: Warlley Alves x Salim Touahri
Peso-galo: Lina Lansberg x Aspen Ladd
Peso-pena: Felipe Sertanejo x Josh Emmett

Fonte | Globo.com – 21/10/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *